sábado, 31 de dezembro de 2011

O HOMEM SÓ É COMPLETO SE TIVER FÉ, ESPERANÇA E AMOR


Um dia, a FÉ, a ESPERANÇA e o AMOR saíram pelo mundo para ajudar os aflitos. Quem das três, seria capaz de realizar o melhor trabalho para a glória de Deus?
A beira da estrada da vida encontraram um homem pobre que sofria com uma doença que o deixou paralítico desde nascença. Mendigava às almas caridosas a fim de sobreviver. Diante daquela situação, a FÉ tomou a frente da Esperança e do Amor para resolver o caso. Disse: Esperem aqui, vou realizar minha obra na vida daquele infeliz e tirá-lo daquela situação. A FÉ trouxe ao homem a palavra de Deus e assim ela foi reproduzida no coração dele. Imediatamente aquele homem se rebelou contra aquela situação e usou a FÉ que tinha no coração para determinar sua cura e, no momento em que orava, seus ossos e juntos tornaram-se firmes. Finalmente ficou de pé e saltou de alegria. Não precisava ficar mais a beira da estrada para mendigar e muito menos padecer todas as dores de antes.
Passadas algumas horas, o homem não tinha para onde ir. Nem casa, nem profissão, que lhe desse condições de se estabelecer na vida.
Neste momento a ESPERANÇA sentiu que era chegada a sua vez de trabalhar. Ela o levou para o alto da montanha e fez com que ele visse os férteis campos da terra. Desta maneira, foi mudando o seu coração e o homem entendeu que podia prosperar. Movido pela força da ESPERANÇA, ele se pôs a caminho. Logo conseguiu um emprego, em uma fazenda próxima, e rapidamente aprendeu a cultivar a terra. Em pouco tempo, tinha juntado o suficiente para comprar seu próprio campo.
Com FÉ e ESPERANÇA, renovava suas forças a cada dia, e em poucos anos expandiu grandemente seus negócios. Suas colheitas eram exportadas em navio, alcançando portos de todo o mundo. Ele tinha muitos empregados e se tornou o homem mais rico da terra.
A FÉ e a ESPERANÇA estavam satisfeitas com o maravilhoso trabalho que haviam produzido na vida daquele homem.

Então disseram ao Amor:
"Não te preocupes em realizar tua obra. Vês, que juntas, mudamos completamente a vida deste homem, fazendo-o forte e próspero".

Assim, o Amor partiu em busca de alguém a quem pudesse ajudar. O império daquele homem se expandia por todo o lado, de forma que eram tantas as casas que muitas delas nem sequer conhecia. Viajou o mundo inteiro e nada mais havia que o surpreendesse.
Mas com o passar do tempo o homem foi ficando triste e enfastiado. "Tenho tudo que um homem possa desejar" dizia ele, "mas ainda me sinto vazio".
A FÉ e a ESPERANÇA conversavam o que podiam fazer para torná-lo forte como antes? Ele agora não precisava do milagre da cura nem da Esperança para crer no sucesso do seu futuro, pois era muito rico. Então as duas foram correndo em busca do AMOR para lhe pedir ajuda. O AMOR voltou com elas e realizou sua obra no coração daquele homem. Ao sentir AMOR, ele passou a entender Deus e a sua mais extraordinária obra. Surgiu a necessidade de ajudar outros com os mesmos problemas que os seus.
A FÉ e a ESPERANÇA entenderam que embora suas obras tivessem sido de grandeza extraordinária... com o passar do tempo, sem AMOR, tudo perdia o sentido.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Sobre o Festival Portas Abertas

     Para começar deixo claro q não tenho nada contra a corais, coreografias e coisas do gênero, até pq quando bem ensaiadas as apresentações são belissimas. Até mesmo são expressão de arte e alcança muitas pessoas pq são das diferentes expressões da ação de Deus sobre seu povo e sobre aqueles que ainda não tomaram uma decisão.
     O trabalho enriquece ainda mais, quando deixamos de lado tendências e tradicionalismos, é difícil falar de ritmos para uma geração que cresceu no evangelho ou o conheceu da década de 50 até 80. Já ouvi inumeros debates, conversas e até alterações de ânimo sobre isso.
      O problema está quando as pessoas pensam que existe apenas uma ou poucas formas de se propagar o evangelho, pensam que ou é apenas pela pregação ou o corinho, sobretudo, aqueles que vão ao som do pandeiro. A igreja (membros) chegam a ser egoistas quando se esquecem de uma fatia grande de seus membros: Os jovens e adolescentes. Esquecem de contextualizar. Falam de buscar está geração e incluo aí desde de seus 16 anos até 35 anos. No entanto, não querem utilizar por exemplo o pop, pop-rock, sertanejo e por que não também o brega e o carimbó gospel. Uma vez que sempre estamos importando os ritmos do eixo Rio-São Paulo, Americano e Europeu. Dizer que as pessoas que estão ali louvando a Deus, não estão louvando e sim satisfazendo seu próprio ego, caimos assim ,num erro tremendo mais costumeiro. Destronamos Deus e começamos a fazer nosso próprio julgamento. Certa vez ouvi de um jovem que disse a mim que sentiu Deus ao ouvir rock gospel. Eu posso ir de contra a isso?! E sinceramente qual o problema de dar alguns movimentos seja para um lado ou para frente e para trás. Bater palmas (eu não bato pq não tenho qualquer sincronismo rsrsrsrs), pulos e tudo mais. Inclusive faz bem para o meu corpo, faz bem para minha alma (mente), será que não fará para o meu espírito?! Sou mais ou menos espiritual se fizer tal coisa? Sinceramente...
    Poderia falar muito mais sobre o assunto, deixemos para outra oportunidade, não estou dizendo que todas essas coisas aconteceram no Festival Portas Abertas. Mais vi a oportunidade de jovens locais se expressarem nos diferentes ritmos e uma exposição de fotografias de André Morais.
   Quando pude observar (e olha como observo, chego até me irritar com isto, mas estou aprendendo que é apenas um costume de um crítico), vi as pessoas felizes, divertindo-se e assim como eu sentindo a presença de Deus, num lugar aconchegante que é o Memorial dos Povos. Se fomos falar então do Palacete Bolonha. Palacete construido em 1905, por Francisco Bolonha dado de presente a esposa.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Festival Portas Abertas em Belém

                                                 Festival Portas Abertas
Evento mais esperado do ano!
Dia 26 de Novembro as 19h/ local: Memorial dos Povos.
Presenças Confirmadas: Caio Júlio,Guerreiros, André Salles e Ministério Aliança Perfeita.
Exposição Fotográfica : André Morais / Artes Plásticas: Sheron Goreman
Venda de ingressos na Livraria Benção Livros, apenas R$7,00. NÃO PERCA! Contatos: (91) 3278-3025/ (91) 8014-1161. Participe!
Eu estarei lá!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Cristo, nossa Vitória!

Em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. (Romanos 8:37)

Você não se sente encorajado ao ler estas palavras de vitória? Provavelmente, não existe texto bíblico melhor para falar disto do que Romanos 8. Vamos ver um pouco do que Paulo fala. Ele primeiro pergunta: “Quem nos separará do amor de Cristo?” e até dá algumas possíveis respostas: “Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?” (v. 35). Ele chega a declarar que os crentes, por amor a Jesus, enfrentam “a morte todos os dias”, sendo “considerados como ovelhas destinadas ao matadouro” (v. 36). Depois destas fortes declarações sobre sofrimento, Paulo vem com a bombástica declaração: “em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou [Jesus]” (v. 37). Por meio de Jesus, somos mais que vencedores “em todas estas coisas”. Preste atenção! Em todas estas coisas e não “por cima dessas coisas”. Ou seja, Paulo está falando que em Cristo Jesus somos mais que vencedores mesmo passando por tribulação, angústia, perseguição, fome, nudez, perigo, ou morte por espada.
“Calma aí? Como assim? Pensei que ser mais que vencedor era ter uma fé tão forte ao ponto de não passar fome, mas ter a abundância do Senhor; não ter angústia, mas viver uma vida confortável. Como assim Paulo? Isso parece mais derrota. Como somos vitoriosos em meio a tanta aparente derrota?”
Paulo declara que isso é “por que… nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (v. 38,39). Nossa vitória está no fato de o sofrimento de todos os dias não serem capazes de nos separar de Cristo, e não por estarmos isentos de aflições. Pelo contrário, Paulo nos diz que por amor a Jesus enfrentamos a morte diariamente.
“Mas… mas… Eu tenho ouvido pregações sobre vitória, cantado músicas que falam de sucesso e lido livros sobre ser um campeão que não vive uma vida sofrida. Me disseram que se eu tivesse fé suficiente eu seria rico e nunca ficaria doente. Eu sei, eu não sou rico e fico doente, mas isso é porque eu não tenho uma fé tão forte como a do profeta.”
Bom, eu acho que você vai concordar comigo que Paulo provavelmente era um homem de fé. Se você ler 2 Coríntios 11 o verá contando sobre sua vida e os sofrimentos que passou. Ele diz que levou varadas e pedradas, passou por três naufrágios, passou fome e sede e muitas vezes sentiu frio e estava nu. Será que Paulo se esqueceu de declarar que ele era mais que vencedor? Será que ele não teve fé para profetizar riquezas? Será que ele não seguiu algum princípio bíblico para uma vida plena? É óbvio que o problema não era em Paulo.
“Tudo bem. Mas Paulo era um apóstolo. Eu não preciso sofrer por Cristo, preciso?”
Lembra que Paulo disse: “Por amor de ti enfrentamos a morte todos os dias”. Será que você ama a Jesus ao ponto de considerar Ele como seu Tesouro mais preciso e abandonar tudo por Ele? Será que você valoriza Cristo como mais precioso que saúde e riquezas? O autor de Hebreus nos faz o seguinte convite: “Saiamos até ele, fora do acampamento [do conforto], suportando a desonra que ele suportou”.
Você está pronto, a por amor a Jesus, enfrentar a morte todos os dias, desprezando as riquezas deste mundo? Ou você vai, por amor ao dinheiro, usar Jesus como seu cheque em branco?
Quero convidá-lo a ser verdadeiramente mais que vencedor em Cristo Jesus, passando por todo tipo de sofrimento por amor a Ele, sabendo que nada jamais irá separá-lo do seu verdadeiro Tesouro: Jesus.
Por Vinícius Musselman Pimentel e Yago Martins © Voltemos Ao Evangelho voltemosaoevangelho.com e Cante as Escrituras canteasescrituras.com
Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Passar pelo processo novamente é uma releitura e observância melhor!

          Terça-feira passada fui ao médico (psiquiatra), a psicóloga e depois a urgência para descobir um incômodo muito grande no meu ouvido esquerdo.
          Na psicologia, foi me tido que nem tudo q sinto é referente a patologia que tenho e que determinados sentimentos, como vázio, tristeza, angustia, vontade de não fazer nada e irritação, também são frutos das pessoas no seu dia-a-dia. No meu caso estou, digamos mais sensível a isto. Entendo isto mais a pratica e muito mais difícel de lhe dar, pois imagino que, algumas vezes tenho tanta angústia, tanta agonia que a vontade que me dá é sair de casa e simplesmente andar, caminhar sem rumo, sem uma ídeia para onde ir. O problema que são uma e meia da manhã, caminhar sem rumo a esta hora é perigoso e tentar "domar" este sentimento este é o problema, o que fazer, então? Por que passar a mão na cabeça friccionar os olhos, pois estão cansados não vai resolver! Elevar os pensamentos para outra coisa é uma escolha, se vai ser efetiva é relativo, depende do grau de controle que você tem. A conversa em seu todo foi proveitosa, ouvir que você tem capacidade e inteligência é bom, por mais que eu não acredite muito, as pessoas tende achar sobre mim, uma inteligência por causa do gosto pela leitura, por documentários e coisas a fim. Em certos momentos tenho facilidade em entender o que quer dizer o texto em outras nem tanto, sobretudo, os acadêmicos. Os textos Biblicos, admitos que tenho uma facilidade em entendê-los, a pratica é outra história! O que me facilita a entendê-los é a visualização que faço no decorrer da leitura, imagino a situação ali ocorrida.
            Na psiquiatria, expos tudo que estou sentindo no momento, dias que amanheço com raiva, triste, agônia, irritado, não querendo conversa com ninguém, as vezes as vozes da pessoas me aborrecem, sobretudo, quando duas ou três vozes ao mesmo tempo. Preciso sair para não explodir, pois quando explodo sobra para alguém, eu as coisas que saem da minha boca, são totalmente descontroladas e irracionais. Uma variação entre acomodação (gostoso) e tristeza. Falei também daquele "passamento" (já postei aqui), pude depois de alguns dias decifrar o que me aconteceu, o sentimento era como se fosse partir dali para outro lugar, trasladado, talvez uma ideia de desmaio ("talvez" pois nunca desmaiei). Citei também o toque do "bendito" telefone que por diversas vezes não sai da minha cabeça, além da já "acostumada" visões ou delirios como queiram chamar. Falei da última quando estava a noite enrolando uma mangueira de jardim na frente da casa da minha mãe e a minha direita, percebi que havia algo ou alguém se movimentando, ao olhar bem direito desapareceu! Tudo bem poderia alegar que foi minha sombra até desconfio disto. Agora está assistindo tv ou no pc e vê algo escuro do tamanho de uma mão em punho se mexer e logo enseguida quando vou firmar a vista é complicado.
             O que seria psicose? o Wikipédia diz: ... certa "perda de contato com a realidade". "Desta forma surgem também, nos momentos de crise, dificuldades de interacção social e em cumprir normalmente as actividades de vida diária". Algumas vezes, por causa de discussões ou mesmo nada cismo que minha esposa quer me matar, e a todo instantes minha imaginação produz a imagem dela apunhalando uma faca de cozinha em meio peito assim que me deito ao seu lado, isso faz eu retardar em me deitar. Com tudo isso e outras coisas, ele decediu que eu fique mais um tempo afastado. Terei que passar por mais uma perícia médica, para mim isso é doloroso, porque expor para os leitores aqui, não me submete a ver suas reações talvez como espanto ou ironia, até mesmo como "seu mentiroso", é doloroso por que sei que boa parte dos médicos estão alheios as nossas dores e conflitos, o contato com a dor diariamente nos faz insensiveis por diversas vezes.
             Para os médicos da Previdência todos são mentirosos até que se prove ao contrário. Se quando as pessoas estão doentes que se percebe isso fisicamente já é dificil conseguir um benefício, quanto mais quando é dentro de você, não existe exames que comprove alguma disfunção apenas o relato da própria pessoa. E para falar com sinceridade esses fatos boa parte deles (os acontecimentos comigo), já são tão corriqueiros que já não os conto com tanto espanto como antigamente. Estão fazendo parte do dia-a-dia. Me abato quando vejo pessoas nas ruas levando suas vidas normalmente, acordando cedo, indo para seu trabalho, sentados ou em pé no coletivo, conversando e exercendo suas atividades laborativas. Voltando para casa, assistindo sua tv, conversando e rindo com sua família, nos finais de semana curtindo o seu lazer seja em bares, clubes, viajando ou apenas descansando na frente de sua casa com seus amigos ou vizinhos curtindo aquele som. Também tem aqueles que tem suas atividades eclesiasticas, indo a igreja no meio da semana assim como a noite, tendo cargos exercendo com maestria a função a qual foi designada. Outros praticando esportes, outros dormindo, pois bem vcs devem dizer isto "e pq vc não exerce as mesmas coisas?"
              Até começo bem certa coisa, empolgado com uma vontade tamanha q vou atras de documentos, estudos, leituras, vou duas semanas seguidas a igreja, isso pode se estender até um mês como já aconteceu, chego até ser convidado para ministrar alguma coisa, de repente, no outro dia amanheço sem ânimo, sem vontade de sair para canto algum, apenas ficar em casa, ainda graças a Deus, querendo assistir filmes ou na frente do pc, por que já houve épocas q até isso mesmo perdeu o gosto. Começo encontrar defeitos, me irrito com as coisas, com as pessoas e então desisto, sendo assim nunca assumo de fato algo que gostaria e sei que a responsabilidade é grande, além do que as pessoas são fatais, elas te rotulam uma vez assim, uma vez para sempre e infelizmente isso não foge do âmbito da igreja, por tanto, elas te excluem. A igreja de hoje não é nem de perto o que Jesus nos ensinou, nova chance, perdão, ela perdoa com um pé atrás e o outro em movimentando-se para trãs e para frente. Por que continuo numa comunidade assim? Por que também sou imperfeito, eu me igualo a elas, por que também ainda existem pessoas maravilhosas que deletam da sua mente o eu pecado, te valorizam e creiem absolutamente em Deus, pois quando desvalorizamos as pessoas, dizemos que não tem mais jeito, na verdade estamos dizendo que Deus não tem poder suficiente para tal mudança, pois estamos depositando a confiança em mudar na pessoa e não em Deus.
             Sair, viajar, passear, primeiro lugar como vou gastar o que não tenho: Dinheiro O salário de um beneficiário não é de perto o salário real de um asalariado, pude constatar estes dias quando fui a unidade que trabalhava e vi a diferença de R$ 320,00 reais do meu salário, quando peguei meu contra-cheque. Ainda existe aqueles q dizem q enrolamos, inventamos para não trabalhar. Sem falar que no caso da empresa que trabalho recebemos um ticket-alimentação no valor de R$ 300,00, o qual é cortado ao entrar de benefício e recebemos como uma caridade apenas no natal. Sair, viajar, passear com pensamento voltado para a violência, desastres e tudo mais, quando tiver com a mente sadia, sem preocupação com essas coisas farei e farei com muito gosto, por que até então esses pensamentos invadem minha mente, levando para o emocional e o físico, não é como antes, mais ainda perturbam. Por tanto, em lugares publicos não vou poder demonstrar minhas crises, a vontade de gritar súbita dentro de um ônibus em querer descer por que o motorista está correndo muito com o mesmo, desconfiar incessantemente de alguns elementos no prório coletivo ou na rua dos motociclistas em dupla. Não posso sair sem mais nem menos de um local de alguns andares ou com um número expressivo de pessoas.
             Alguns aqui podem fazer a pergunta "onde fica Deus no meio desta história", Ele fica no mesmo lugar onde ficou no começo, onde está agora e certamente ficará no final, sentado em seu Trono de Graça (de forma literal não sei), não foi assim que aconteceu com seu filho?! As intervenções de Deus creio este humilde ignorante se dá, apenas quando o homem não pode mais tomar a frente. Todas as coisas tem um propósito visualizei esses dias num facebook de um colega meu e ele citava Eclesiastes 3: 1 "Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu". É o tempo para eu aprender certas coisas, mais essas eu já até conheço boa partes delas, mas desaprender outras essas são mais dificeis. Sei o quanto Deus já me ajudou e me deu um família maravilhosa, para isso, porque tenho a impressão que se fosse outra esposa ou já teria pulado desse barco ainda quando a água chegasse aos calcanhares, no entanto, mesmo com a água entrando em suas narinas ela ainda da saltos para respirar. Minha filha entende boa parte até porque jpa tive uma conversa franca com ela, e através de seus carinhos e dizeres e que me fazem resistir, principalmente quando vem os desejos de não existência (não são os mesmos de suicídio, apenas uma vontade de não existir mais). E quem tem uma mãe com um filho único nem precisa dizer muita coisa.
             Versículo conhecido: "No mundo tereis aflição, porém tenham bom ânimo, eu venci o mundo", pois se estamos com Cristo somos vencedores também ou melhor somos mais que vencedores. Por tanto, queridos se você já ouviu dizerem "pare de sofrer", é a mais pura mentira! Outra mentira está no versículo: "Com Cristo somos mais que vencedores" no que diz respeito a em aspectos como saúde ou até mesmo justiça. Uma pessoa q é cristã e está em fase terminal de um câncer e ao falecer dizemos que não foi vencedora! Pois temos que achar que ela seria curada e não obteve fé o suficiente para tal milagre. Os designios de Deus somente a Ele pertence e cabe a Ele torná-los público. Está mesma pessoa deu testemunho de ser uma serva fiel, dedicada, de uma fé inabalável mesmo sabendo que não sobreviveria, outras ali vizinhos, amigos, parentes, chegados viam nela uma força, conhecimento, convicção e sustento que não vinham dela como ser humana, mais apenas do Espírito de Deus. Uma pessoa que é presa, aguarda julgamento e de fato é culpada não pode, por que conheceu verdadeiramente Cristo ser considerada inocente, pois Deus é Deus de justiça. E ela terá que cumprir sua pena e mesmo ali ela pode levar outros a Cristo.
              Existe um trecho de uma música que diz "Deus tarda mais não falha", entendo que este tardar, é o que nós entendemos como ser humanos e finitos, que é uma demora (aparentemente), entretanto, Deus age no momento certo, como um perfeito pai.
              Espero em Deus forças e nos amigos e colegas, sustento para este dia.
             Ah sim, sem esquecer a médica na urgência disse que o incômodo no ouvido é apenas fabricação de cera!
             Até a próxima!

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Dia Mau

“Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois deterdes vencido tudo, permanecer inabaláveis.” (Efésios 6:13 ARA)

Se há dia mau, é por que há dia melhor. A gentequer ser otimista, olhar tudo com fé na vitória, focar no Reinovindouro, não se deixar abalar, deixar as circunstâncias de lado eseguir sorridente… Mas atire o primeiro analgésico quem nunca sedeprimiu ou desanimou diante de um dia ou semana difícil.
Há tempos e ciclos na vida da gente em que os diassão literalmente maus: nada dá certo, chove no dia “errado” e faz soltarde demais, a gente erra o assado justo com a visita mais chique, oterno não entra, o computador não liga e o carro falha. Mas presteatenção: não existe vida ruim, embora posssa haver algum dia ruim. Ocoração da gente pode se apertar num dia, dois, três, uma semana – masamanhece um dia e a alma se dá conta do dom da vida, da misericórdiarecém renovada, da alegria que vem pela manhã. O choro termina, meuirmão, pode ter certeza. A época do Natal para mim foi marcada muitosanos por tristezas e disssabores. Mas aleluia, eu comemoro o fato e nãoa data – meu Redentor vive, nasceu para morrer por mim.
Foco e concentração é tudo quando se tem umobjetivo e todo cristão tem um alvo. O dia mau existe, é uma realidade,está aí para nos aperfeiçoar em santidade e paciência. Mas não é enunca deve ser o foco da vida de ninguém, por mais turbulento que seja.Por sofrido que seja. Por apavorante que possa ser, o Senhor é Soberanoe tem para nós dias melhores à frente. Foque no melhor, esse é o alvo,apesar do que esteja acontecendo agora.
O foco é no alvo e o alvo é o Reino Celestial,assentado com Cristo. Vida vitoriosa neste mundo sim, com certeza. Masnão imaginemos que isso é vacina contra dissabores e encrencas quetiram nosso ânimo e por vezes nosso fôlego. Eu sei o quanto os diaspodem ser maus, creia-me. Mas meu desânimo não me vence, não me supera,pois maior é Aquele que está em mim.

“Deus amado, perdoaminha fraqueza de ânimo quando as dificuldades superam minha força.Fortalece-me e ensina-me a ser mais forte em Ti.”
Mário Fernandez

Retirado do Site: www.ICHTUS.com.br

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

O que seria o tal de passamento?!

     10/10/11 interessante a data não?! Talvez para não ser esquecida, estava jantando ao me levantar, tive uma sensação a qual não sei realmente descrever (como inumeras). Apenas perco a noção do tempo e do espaço, é como não estivesse ali naquele momento as vozes e os movimentos se vão. O racicínio fica lento, o piscar do olhos tb. É como minha visão achasse q ao piscar tudo volta ao normal, mas não volta. A nuca dormente. Pergunto a minha mãe o que é passamento. Ela não sabe responder ao certo e pergunta se tive isso. Também não sei responder.
    Já em casa ao sair para ir a casa de minha mãe me assusto com algo correndo entre as folhas de nosso terreno, a cachorra vai atrás mas para no meio do caminho, eu tento fixar os olhos em alguma coisa, no meio do breu, dificílimo.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

O Mundo encantado de Gigi! O que deixamos entrar em nossas casas, que programas, filmes, desenhos e presentes estamos dando para nossos filhos!

       Realmente muitos não se atentam para tal coisa, eu mesmo passei por isto alguns dias. Vimos algo totalmente inocente, cheio de cores, com rostos angelicais, com vozes engraçadas, infantis. E achamos formidável, ideal para nossos filhos assistirem. Ainda mais quando queremos fazer outras coisas que exigem silêncio e concentração. Talvez a novela ou o futebol, uma leitura ou escutar música.
       Está semana recebi de um colega um desenho chamado. 

"O Mundo Encantado de GIGI"



      O desenho conta a história de Gigi, uma garotinha que entende-se que perdeu seu pai, no entanto, nunca esqueceu que seu pai sempre dizia que Pinguins voavam! Ela anda fantasiada então de pinguim, muito desejosa de voar, sendo duramente criticada por meninos, dizendo quanto estupido era aquele seu sonho!
     Encontrando alguns objetos, Gigi é direcionada há um outro mundo. Um mundo onde existem Goblins. Os Goblins são muito semelhantes a Duendes, fazem parte do folclore nórdico, fazem brincadeiras de mau gosto e feitiçárias. O que me chamou atenção é que lá pelas tantas do desenho. Gigi se encontra com os chefes deles e o mesmo diz que os Goblins também são conhecidos como DEMONIOS DO BEM. Vivemos numa cultura Judaico-Cristã, por tantos, seguimos as normas, desta religião, claro aqueles que se dizem cristãos. E nesta cultura não nenhuma menção de demonios bons ou demonios do bem! Na verdade isso nada mais é para confundir nossas crianças, pois ensinamos uma coisa e é veiculado outra.
     No desenho também existe um Rei, o Rei do Reino das Trevas, eu conheço apenas um Rei deste reino.
     Para salvar aquele lugarejo de Goblins, eles depositam a confiança na garota. Se formos fazer uma comparação, o lugarejo é o tudo daqueles seres, ou seja, seu planeta. Podemos dizer assim, que num paralelo a humanidade deposita a existência e a salvação da vida deles numa humana, quando o correto é CRISTO.
     Existem seres menores:


    Os quatro seres de olhos grandes trabalham para o garoto do meio. Esses quatro seres entoam um cantico todas as vezes que aparecem o cantico é o seguinte: "Diabinho, diabão, faremos diabruras, somos diabólicos".
    O garoto do meio é reconhecido como "Um dos caídos", mais tarde ele admite que era um anjo que caiu do céu. Eu conheço por outro o nome os anjos decaídos. E nenhum anjo que caiu do céu quer voltar e voltar a ser bom, como no caso deste garoto. Ele tem como castigar aqueles que o desafia, com a Ele é reconhecido por um ser chamado "Paraquiqui" muito semelhante a palavra "Paracleto" nome dado ao Espiríto Santo. Este mesmo ser é conhecido com o seguinte bordão: "Não há nada que ele não saiba", estão falando de onisciência. Apenas Deus sabe de todas as coisas.
   Quase no final a garoto consegue finalmente voar, com o auxilio de o espirito de seu pai. Nunca jamais poderia acontecer isto, pois mortos não voltam e nada sabem do que se passa aqui, basta ler o livro de Eclesiaste (todo ele), sobretudo, o capitulo 9:5.
   Vejamos o que estamos oferecendo aos nossos filhos, muitos hj assistem programas e desenhos e acabam se achando super-homens e mulheres-maravilhas, pulando de muros, pensando q num corte qualquer no outro instante já estão com um esparadrapo e até mesmo atirando nos outros. Crescem num mundo irreal e de fantasias, deturpado e sem valores ou valores invertidos. E nós pais de braços cruzados sem fazer nada, achando q a responsabilidade em quanto moral, carater, educação e outros atributos é somente das escolas ou igrejas. O cuidar tem que começar por mim!

PANELINHA, O CÂNCER DAS IGREJAS

PANELINHA, O CÂNCER DAS IGREJAS
Com o tempo deixam de trabalhar em prol da igreja e sim para eles próprios
Por: Luis Orlando

Tudo começa com pequenos grupos de pessoas que por ter uma amizade "sincera" se reúnem e percebem com o tempo que isso as tornam mais fortes. A partir daí só Deus sabe. O termo facção quer dizer: Grupo de conflito, geralmente pouco organizado e fluido, que marca a transição de um estado de desorganização para a reorganização da comunidade. mais comumente chamado de "PANELINHA". Termo tão bonitinho, mas que causa perdas irreparáveis.

Jesus sempre usou analogias para defender ideias complexas e trazer a luz verdades muito além do conhecimento dos ouvintes, pois sempre é um recurso bem mais simples de exemplificar algo que está oculto ou de difícil compreensão.
Pois bem pensando na igreja como um corpo assim como um corpo humano, e de todas as doenças que nosso corpo pode sofrer não dá pra deixar de lado o tão terrível
câncer, que por algum motivo acontece quando uns grupos de células resolvem se juntar e multiplicar, causando a desarmonia no organismo, e acaba por tornasse um organismo indesejado e parasitário, que todos sabem retiram energia vital do corpo, levando o indivíduo à morte.

O que os grupinhos ou "panelinha" fazem é exatamente isso, se juntam as vezes por razões nobres, uma festinha, apresentação, congresso, e sem perceber notam que estar junto os fazem mais fortes, e todos sabemos quando a maioria fala a mesma linguagem tudo é "verdade" e "aceitável", afinal o que vale é voz da maioria. É verdade quando a maioria disse: Solta Barrabas! e Crucifica Jesus!. As panelinhas enquanto são "Cistos" pequenos apenas afligem seu ditos "Não chegados" irmãos que não fazem parte do grupo! Mas com o tempo deixam de trabalhar em prol do Corpo "igreja" e passam a fazer o organismo trabalhar pra eles mesmos, e assim o câncer se alimenta e crescem em seus orgulhos, suas dominações, determinando quem é bom e quem não é fazendo de momentos que deveriam ser de harmonia verdadeiras guerras de poder alimentando seus ego e suas vaidades.

O grande problema geralmente são muito carismáticos, como dizemos "são umas
bênçãos" e influenciam geralmente a liderança, afinal são fortes e capacitados. É triste que vamos ver muitos morrerem por causas de parasitas que em nada cooperam pra harmonia, mas que só cooperam se a glória e seu nome estiverem estampados ou se sua assinatura estiver no evento. Assim como o câncer as vezes tirá-los causam perda irreparáveis, então o que fazer?

Como não encontraram a cura para nem um nem outro seguimos o conselho do escritor aos Hebreus que diz:

"Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus." Hebreus 12:2

Extraído do site: http://creio.com.br

domingo, 16 de outubro de 2011

59% dos jovens abandonam Igreja aos 15 anos por falta de amizade

COMPORTAMENTO

RAZÃO DOS DESVIADOS

59% dos jovens abandonam Igreja aos 15 anos por falta de amizade


Pesquisadores descobriram que 59% dos jovens cristãos abandonam a igreja de forma permanente ou durante um longo período de tempo após completar 15 anos de idade.
A pesquisa foi realizada pelo Grupo Barna, revela que grande parte dos jovens vê a igreja como um lugar pouco amigável e cheio de julgamento, segundo o site Cristianos.
O estudo, que envolveu entrevistas com 1.296 jovens que são ou já foram membros de igrejas, é o resultado de um trabalho de cinco anos reunido no livro “You Lost Me: Why Young Christians are Leaving Church and Rethinking Faith” (Por que os jovens cristãos estão abandonando a Igreja e repensando a fé, em português), escrito pelo atual presidente do Grupo Barna, David Kinnaman.
Os resultados da enquete mostram também que na faixa dos 18 a 29 anos os jovens acreditam que “os Cristãos demonizam tudo que está fora da igreja”; e um terço deles simplesmente acha que “ir à igreja é chato”.
Um dos fatores que vem colaborando para o distanciamento entre os jovens e a igreja é o confronto entre as expectativas religiosas e a experiência sexual dos jovens. Um em cada seis jovens Cristãos afirmam que “cometeram erros e sentiram-se julgados pela igreja por causa deles”.
Enquanto isso, entre os entrevistados católicos, 40% dos jovens entre 18 e 29 anos acreditam que a doutrina de sua igreja em relação à sexualidade e ao controle de natalidade estão “desatualizados”.
Entre os principais fatores que distanciam os jovens da igreja, foram identificados: a atitude superprotetora e exclusivista da igreja, o fato de oferecer uma experiência cristã superficial, visão antagônica à ciência, um lugar em que o sexo é tratado de maneira errada, a não valorização de outros tipos de fé e espiritualidade e a hostilidade que a igreja trata quem não crê no que ela ensina.
De acordo com o site Cristianos, Kinnaman classifica essa evasão dos jovens da igreja como um problema que requer providências urgentes, já que normalmente os jovens saem de casa cedo, vão para a faculdade ou começam logo a trabalhar, casam e têm filhos antes dos 30 anos.
Segundo Kinnarman, as igrejas não estão preparadas para lidar com o ‘novo padrão’ vigente no mundo. “No entanto, o mundo está mudando de maneira significativa, como um acesso cada vez maior ao mundo e a diversas ideologias, em especial por conta da tecnologia, fazendo crescer seu ceticismo em relação a figuras externas de autoridade, incluindo o cristianismo e a Bíblia”, conclui.

Data: 13/10/2011 08:28:58
Fonte: Christian Post

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Algo me incomoda!

    Acabei de tomar o meu segundo copo de leite com bolachas e são precisamente 03:23 hs da manhã do dia 06 de outubro de 2011. Hoje esta fazendo exatamente 2 anos e 3 meses de afastamento do meu trabalho. Neste mês também termina meu período de afastamento cabendo ao meu psiquiatra averiguar se estou apto ou não a voltar a trabalhar. Só sei q estou absolutamente sem sono e escuto no momento o som do Cravo, um órgão parecido no físico com o piano, no entanto, tem som de acorde. Pude descobrir este instrumento assistindo Jô Soares, na apresentação da Cravista Rosana Lanzelotte. É interessante ouvir um som que nos remete há uma época a qual não vivemos, mas ao escutar me passa momentos de extrema paz, ação e loucura.
   Algo me incomoda, ainda não sei o que exatamente, talvez o fato de nessas ultimas horas pensar na morte, na dor que antecede (se houver dor), nos últimos momentos de suspiros angustiantes. E no que segue após e se por ventura, não é nada do que acredito ser! Será que fato já pedi perdão de coração por todos atos infelizes q cometi?! É estranho eu olho para as portas e janelas p vê se estão trancadas, já andei pelo quarto de um canto ao outro, já no primeiro copo de leite fiquei observando aquela q me diz que me ama deitada, repousando na cama. Algo me incomoda! Será o incomodo de ouvir "Eu te amo" e me omiti?! Dúvida fulgurante no meu coração e mente. O que é o amor? O amor é suportar o insuportável? É cumplicidade, amizade, confiança, paciente. Marido é amar a esposa, como Cristo amou sua igreja? Usando um termo "chavista" "Que coisa não?".
   Algo me incomoda, será o medo do amanhã (um futuro não tão distante), a educação em todos os aspectos da minha filha, estou sabendo desenvolver isto ou estou sendo relapso?
   Algo me incomoda, a incerteza da volta ao trabalho, será pura demagogia, depois de alguns meses "R-U-A", "Bilhete azul", "Bilhete premiado", fila da CEF. E mesmo que não seja, começar tudo de novo, remar tudo outra vez, começar do zero!
  Algo me incomoda, será o comodismo, dormir tarde, acordar tarde, ter tempo para fazer várias coisas e parar para fazer nada! Pensar no stress do transito e das chatices do trabalho, por exemplo, as fofocas, disse-me disse-me.
 Algo me incomoda, uma cisma que algo vai acontecer, um assalto, alguém vai acordar morto eu não sei exatamente o que, amanhã pode acontecer tudo como absolutamente nada!
 Algo me incomoda, será o descontrole por compras, uma compulsão q se repete como um ciclo!
 Algo me incomoda será que é tudo isso ou é nada, afinal talvez faça parte da própria patologia e nada disso de fato tenha ou tudo faz sentido e por isso as coisas velhas agora se encaixam.
 As vezes cansado de tudo, as vezes agradecido por tudo, a única coisa q sei neste momento que são 03:49 da manhã. Queria dormir, a noite está quente, o corpo sua, os neurônios queimam.
 Sei e desejo que eu seja mais sensível, pois por diversas vezes desejo está sozinho, morando só. Desejo a não existência de todas, não sei de que forma. Em outras choro, para Deus nunca permitir que minha filha se vá antes de mim! Que seja mais amoroso, delicado, paciente, compreensível e muito tolerante com todos. Mas quando vejo injustiças eu fico tremulo.
 O galo canta o outro também, ouço barulhos não sei exatamente onde, talvez no forro (gatos, ratos), pelo menos estes sei que são reais!
 Estou fazendo anotações sobre Marx, gostaria muito de entender essa tal de dialética, esse Marx, Hegel, Kant e tantos outros, mais me parece está acima da minha capacidade de raciocínio. O suficiente me basta e o suficiente é saber que sou explorado por essa mídia "marketeira", explorado pela sociedade de consumo, pelos patrões. Por uma religiosidade q estão vendendo muito barato, muitas vezes dentro de um saco de "Chopp", "Sacolé", "Gelinho", vulgo "banho santo", no sentar e levantar a todo instante. Num Estado falido com seus órgãos, aparelhos repressores.
 No início da madrugada minha esposa pediu para deitar junto até fazê-la dormir (acabei de ter a sensação de ver algo movimentando-se a minha direita, isso é uma aporrinhação) que na iminência de dormir disse "Eu te amo" e fique ali acariciando seu rosto e beijando-a. Volto para cama, agora e seu corpo quase que inerte, fará o meu dormir e direi a ela "Eu te amo!"
 São 04:13 hs.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Amizades precisas, amizades preciosas

            Precisas no sentido de precisão, o ano era 1989, para ser preciso janeiro de 89. Tudo novo, escola nova, mundo novo, andar sózinho de ônibus, gente nova, série nova, cobranças novas. E ali conheci Antonio Marcos Cardoso e Silva, não é "da Silva", como sempre frizava é "e Silva". Interessante q muitos chamavam de Tonhinho, mas eu sempre o chamei de Antonio. Hj passado 22 anos o chamo de Tonhinho!
            Tendo lido um dos post do blog, Tonhinho manda um email e me da a liberdade de postá-lo como que queira aqui no blog.
            "Quero te dizer que pra mim você é um amigo muito querido, as vezes não acredito como o tempo passa, ele é cruel, certo e preciso, nos conhecemos há mais de 20 anos, pode?, muitas histórias hilárias, ríamos muito um do outro, tirávamos sarro de tudo e de todas as situações possíveis e inimagináveis, e hoje somos adultos, profissionais e tals, e quando a gente se encontra, apra mim é como um resgate daqueles tempos e parece que nada mudou, somente as estações, como bem disse Renato Russo, voltamos a ser crianças e a sorrir, e fazer as mesmas brincadeiras de antigamente. As vezes bate uma nostalgia, agora mesmo, parece que olhos para os lados e nos vejo lá no Lourdes, ou então na frente de casa, sentados na beira da vala conversando sobre os mais diversos assuntos.."mas que coisa que vocês tanto conversam", lembro que a mamãe sempre dizia isso, e dava 10; 11; 12; 01 da manhã e a gente estava lá na frente rindo alto e incomodando o pessoal do cara de ralo e da Celeste....kkkkkk....isso era muito divertido..nossa como foi legal...e como eu fui criança também....
Tenho orgulho de você ser meu filho na fé, talvez seja o único que ainda esteja na Igreja até hoje, você é um servo fiel. Acho interessante a tua idéia do blog, de por essas coisas pra fora e compartilhar com outras pessoas, nãoo só as angústias, mas também as alegrias. Tente afastar de você esses pensamentos ruins, pense na sua filha ela é linda, precisa de ti por perto,está crescendo e logo logo vai virar uma mocinha, você está no caminho certo, deixe tudo nas mãos de Deus e o mais Ele fará, aliás tu mesmo sabes que ele tem feito mesmo.....
Um grande abraço Amigão e que Deus em sua infinita bondade continue abençoando você e sua familia te cuida."
          Foi bom ler este email, pois a cada linha eu mentalizei e busquei lá da gaveta da memória, diga-se de passagem das ultimas gavetas essas velhas cenas. Fico contrariado pois as lembranças como o dia do meu casamento e da minha filha até os 4 anos não lembro praticamente coisa alguma. Deve ser por isso que gosto tanto de fotos e filmagens, medo talvez de perder as lembranças e buscar nas imagens um tempo que não volta mais.Não lembrava que ficavamos tão tarde assim.
          No final de 1992, nos separamos, trilhamos caminhos diferentes, posso dizer que Tonhinho teve de lá para cá, mais sorte do que eu. Se existe sorte! No ano de 1994, creio que no final dele, Tonhinho fala de sua fé e me faz um convite, já havia andado quando menino nesses eventos para criança na Igreja Quadrangular, lembro remotamente disto (outro dia encontrei a senhora que me levava a essa igreja e lhe agradeci e disse que a semente jogada ao chão estava dando frutos). Fui a Igreja que Tonhinho era membro a Igreja da Paz, ali tenho lembrança do Pastor falando especificamente para algo (não recordo o que). Ali fiquei creio que até o final de fevereiro, não tinha maturidade tinha 16 anos, lembro vergonhosamente (hoje) que ia para o carnaval no final dos cultos e as pessoas me encontravam por lá com a Bíblia debaixo do braço, ia eu e um vizinho que convidara para os cultos. Cheguei a ir tb em alguns eventos Mórmons e eles frequentavam algumas vezes aqui em casa em suas missões. A convite de uma pessoa tb fui há um evento da IURD num bairro distante de Belém. Até que por fim em 2002, para ser mais preciso em 25 de abril daquele ano, tomei a decisão de me congregar e assim reconciliar ou de fato converter não sei, na Igreja Batista, mencionando antes que ainda visitei a Assembléia de Deus, mas Deus me quis assim na Batista. Mas tenho um grande a preço  pela "Bléia" os admiro muitos seu amor e sinceridade em servir a Deus.
         Tonhinho, rapaz eu não sei como vai ser essa divisão do galardão, entre você, aquela senhora e o Alan que fez o convite para a Batista. Só tenho certeza todos vocês são merecedores, ainda tem o Gerente do supermercado que trabalhava que logo pela manhã colocava musicas gospel e lembrava da época da Igreja da Paz. Lembro que me emprestavas cassete (nossa!!!!) com testemunhos e ali comecei a gostar do Voz da Verdade, Aline Barros e uma música que sempre marcou e marca minha vida "O Mover do Espírito" (Quero que valorize).
         Não faz muitos anos que doei a Bíblia que tu tinhas me dado, ela exalava um perfume que só fui descobrir este ano o nome e q tb já esqueci.
        Em 2008, eu tive uma seria crise de hérnia de disco, ficando hospitalizado durante uma semana e lá se fez presente meu amigo, um dos poucos que foram. Com seu tempo corrido tb sempre fez visitas em casa.
        Mandei esta semana revelar as fotos de um ano de vida da Emilie e quem estava nas fotos Tonhinho e sua namorada na época Patrícia.
        Não sei se de fato a academia (Universidade), afastou meu amigo da igreja, espero que não do evangelho e muito menos da Bíblia. Eu morei em ir para uma Universidade, mas sempre senti a necessidade de Deus, antes mesmo e até mesmo depois questionamentos são feitos por mim mesmo sobre certas coisas, para algumas eu tenho resposta ou não por que ela não merecem respostas, não pelo menos agora, mais tenho absoluta certeza que um dia serão esclarecidas. Interessante que na tua fala percebo que ainda existe o Tonhinho que me mostrou o evangelho. É claro uma vez que dizemos a Deus que somos Dele sempre o seremos não importa onde estaremos. E você é Dele!
       Entendo que o mundo não seria perfeito e completo se não existe raça humana, por tanto, Deus criou o homem (humanidade), somos a Coroa da Criação e isso causa aborrecimento a alguns se é que me entende! Com o elo de relacionamento quebrado, alguma coisa foi preciso acontecer para religar o homem a Deus. Para eu voltar a ter contato com Deus, para Deus receber minha adoração, um sacrificio foi preciso, um derramamento de sangue (sei que tudo isso já conheces, mas não sei pq a necessidade de escrever). O sangue do cordeiro feito pelo sacerdote era incompleto, por mais que aquele cordeiro não apresentasse nenhum defeito. E assim foi feito, Deus se fez carne e habitou no nosso meio, na pessoa de filho único e amado. A essência era Deus, mas tinha personalidade própria, uma personalidade guiada pelo Espírito de Deus.
      Sabe não é demagogia eu sinto a necessidade da adoração, sinto a necessidade de reconhecer e agradecer que estava fadado ir para o inferno (mesmo que não seja um lugar preparado p mim, mesmo que eu não tenho cometido atrocidades), mas pelo fato de ser pecador de já nascer no pecado (não no sentido do ato sexual), mas sim da natureza pecaminosa em meu ser, essa natureza tendenciosamente para o mal. Então agradecer a Deus por tudo que ele tem feito, fez e irá fazer. A pergunta que não quer calar: "Mas posso adorar a Deus em qualquer lugar?!" de fato é verdade! Também a alegação que nós hoje somos a igreja nosso corpo, onde habita o Espírito de Deus. Sem sombra de dúvida! Onde está a graça de ir a igreja templo físico. Na unidade em meio a diversidade. Diversidade de pensamentos, de ideias. Ah, mas existe muita falsidade e de uns tempos para cá muito escadalos e interesse financeiro. O importante é se apegar aqueles que tem amor a obra, aqueles que quando você entra cabisbaixo saí de cabeça erguida. Ouvir palavras de consolo, conforto de animo e também puxões de orelhas quando preciso. Mas posso ter isso em grupos especificos ou em livros de auto-ajuda! Você sente quando as palavras são ditas enviadas por Deus ou são apenas palavras de impacto. Um coro se forma como músicas belissimas e vc tem apenas um pequena porção de como será na Nova Jerusalém. E na mensagem Deus nos fala como devemos proceder. Posso ficar aqui preenchendo linhas e mais linhas das grandezas de Deus na casa onde vamos na semana. Mas termino por aqui!
      Hoje, pela manhã fui professor da E.B.D (Escola Bíblica Dominical), com a turma dos novos decididos, turma essa que sempre desejei ser professor e nesta semana me lançaram o convite. Após 9 anos de evangelho preguei pela segunda vez, a primeira foi mais um testemunho da minha vida. E uma pessoa se reconciliou, foi ótimo ouvir ela dizer que a mensagem encaixou no momento que vive no presente. Mais duas pessoas disseram que foi muito bom. As vezes digo que Deus é brincalhão! No caminho da igreja disse a Deus em pensamento que não gostava de pregar, acho minha voz feia no microfone, além do fato que acho que as mensagens não são se posso dizer assim "tocantes", Deus respondeu hj que as pessoas não estão interessadas na voz e sim na mensagem e essa mensagem é inspirada por Ele.
     Tonhinho, a semente que lançaste em terra, foi terra proveitosa, ela está crescendo, estendendo ramos e frutos e das sementes caídas os passaros estão lançando em outros terrenos ferteis.
     Assim rogo ao Pai Bendito, bençãos sem medidas em tua vida e da tua família em o nome de Jesus na Força e no Poder do Espírito Santo, amém!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Pelo que já passei e ainda passo!


Tenho ideias delirantes, já cheguei as vezes pensar q entrariam em minha casa e nos assassinariam, antes com requintes de crueldades em outras vezes pensando que um avião cairia na rua ao lado e mentalizava toda a cena de querozene descendo a rua chegando na minha casa. Hoje quando ando de ônibus especialmente sozinho e em qualquer sinal de perigo (pelo menos para mim) imagino capotamento, a cena gera automaticamente em minha mente, de pessoas mortas, ensanguentadas, mutiladas, estilhaços de vidros por toda parte, gritos, desesperos, simplesmente a vontade é de gritar: "Para o ônibus" e descer ou de gritar para o motorista maneirar na velocidade. Em brigas conjugais tinha a mais absoluta certeza que minha esposa iria me esfaquear durante a noite, a cena de ela tirando uma faca por debaixo do lençol e me esfaqueando no peito era fixa. Fazendo eu esconder a maioria dos objetos perfurocortantes. Isso são ideias delirantes. Com o passar do tempo escutava meu nome sem haver ninguém na casa, escutava nitidamente o telefone tocar, escutava minha mãe falando, reclamando alguma coisa sem ela ter no mínimo balbuciado algo. Vultos, pelo menos a impressão passavam pelo corredor a sensação de ser seguido ou de ser observado.

Não há necessariamente um stress, uma situação emocional, não pelo menos que eu perceba, as vezes sim, mas na maioria das vezes não! De repente vou ficando agoniado, de repente vou ficando inquieto, vou ficando irritado, a voz ou vozes das pessoas me irritam, me pertubam, lembro que no ínicio não suportava a voz da minha pequena filha. Vozes como das pessoas e da tv ou som era extrema pertubador e ainda é. É um misto de raiva e ódio de repente, não suporto muitas perguntas constantes, perguntas tolas é tolerancia zero. Perguntas simples respondo com agressividade e estupides. Numa simples discursão a vontade é de agressão se na pratica não se concretiza no campo das ideias se toma efeito.

Em minhas pesquisas essa se "cura" em meses, semanas e até mesmos dias, no meu caso penso que é um ciclo, pois no mês de julho, fiz o que para mim é grandes coisas, preguei numa igreja, fui em um balneario com pré-adolescentes, fiquei a frente de um culto semanal da igreja que congrego fui ao cinema algumas vezes, até acordei com um irmão é ir há um interior do Estado no mês de setembro (já desisti), o mês todinho nas segundas, quartas e sextas fiquei a frente do Grupo de Oração da minha igreja (onde fui designado há dois anos atrás), visitei enfermos, fui a cultos de ação de Graças. Fui ativo, feliz!

No começo de agosto veio o abatimento, a vontade de não sair, como está se concretizando agora, a tristeza de repente a vontade de não falar com as pessoas, de evitar o meio social, as inquietações filosoficas, os questionamentos sobre a igreja, liderança (novamente), família, trabalho (preocupação com o futuro) as mudanças repentinas de humor, variando entre dias, horas e até minutos, horas de alegrias, horas de tristezas, horas de ficar laconico, horas falante demasiadamente, hora de ser eufórico no falar, exagerando até no ue dizer, horas em querer falar para ferir, atacar. Desejos que não são dignos de serem escritos, desejos de morte, uma imagem fixa de enforcamento povoa minha mente desde agosto. Me vejo dependurado numa corda. Parece q tenho a impressão que assim encontrei paz neste mundo angustiante. Neste mundo que me causa dor quando vejo injustiças socias, disparidades, quando penso se estou educando bem minha filha, se não estou repetindo a mesma história da minha vida com minha filha privando ela de muitas coisas com o medo de ela se machucar. Ainda choro com noticias, filmes, novelas, choro facilmente.

25 de agosto, 3:17 da tarde, uma velha assombração me visita, estava a porta de casa a ponto de dar um telefonema, quando escuto uma voz de um homem baixo, não consigo entender, olho desesperadamente para rua, pois sabia que era próximo como por tras do muro, saio p vê e ninguém na rua. TRISTEZA, extrema tristeza, algo que muito tempo não acontecia. Depois disto a ansiedade e irritabilidade apenas aumentaram. Isso posso dizer que foi stress, neste mês minha filha adoeceu por uma semana e meia. Andei em pediatra e urgência, e foi um dia no pediatra, onde estava desde cedo, com muitas crianças: choro, grito, batidas, corre-corre, volume da televisão muito alto, que quase surto, a cena se projetou na minha cabeça de eu gritando alto "NÃO,NÃO,NÃO,NÃO", como que pedindo para que tudo aquilo parasse foi quando nos chamaram para a consulta e o silêncio do consultório retardou o surto. Mas o estrago já estava feito, passado algum tempo fui a urgência levar minha filha e tempos depois ao shopping e não suportava encarar as pessoas, todo aquele movimento e conversas paralelas me deixavam tonto, com os olhos cansados, pesados, o centro da cabeça também cansado e dormente. Com a vontade de deitar e isso está se estendendo até hoje.

O que reclamo muito são os frequentes esquecimentos, o médico diz que é por causa dos medicamentos. Nas pesquisas encontrei que perdas repentinas e mudanças bruscas podem causar este transtorno, bem sei que mudei repentinamente de setor, unidade e função e terminei a universidade. Muitas vezes me dou conta outras não de que falo o que não deveria, o politicamente incorreto ou procedo da forma não padrão, comportamento. O sono ficou diminuto, ignoro o perigo em muitos casos como o atravessar de uma rua, o que contrasta com outros momentos que o medo da morte é torturante. Na verdade o medo da dor que leva a morte acho eu. Muitas vezes confuso, simplesmente confuso, com vontade de sair sem paradeiro, vontade de sumir, de dormir e não acordar ou acordar décadas depois.

Continua...

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Resposta do Senador Mario Couto sobre a PL 122

Um tempo atrás, mandei um e-mail para os três senadores do meu Estado, Pará. No dia 20 de maio do corrente ano. No dia 23 o Senador Mario Couto, me respondeu. Guardei o seu email na esperança de postar juntamente com as respostas dos outros dois, Senadora Marinor Brito e Flexa Ribeiro, no entanto, é com pesar q digo a falta de interesse desses dois "representante" do povo Paraense. A omissão em dizer se são a favor ou contra. Agradeço a coragem do Senador Mario Couto independente de sua posição. Isso demonstra atitude!
Segue sua resposta.

Geraldo,
Recebi seu e-mail sobre o PL 122. Informo que votarei contra a aprovação do PL 122/2006, pois considero que este Projeto de Lei fere o direito a liberdade de expressão, garantido na Constituição Federal para todos os brasileiros.
Muito obrigado por seu e-mail e pela confiança em meu trabalho. Conte sempre comigo.
 Meu fraterno abraço,
 Senador Mário Couto

domingo, 28 de agosto de 2011

Roubar

“O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; euvim para que tenham vida e a tenham em abundância.” (João 10:10 ARA)
 O dicionário que consultei define o roubo como “subtração ouposse inautorizada de propriedade alheia com uso de violencia ouameaça”. Quando Jesus se refere ao ladrão, nenhum de nós tem dúvida dea quem Ele se refere, mas podemos tentar entender melhor o que Ele quisnos ensinar com isso.
 A primeira coisa que me chama atenção é o fato de que o rouboinclui violência (quando não inclui, é furto). O nosso inimigo vemtomar o que não é dele e nunca é, como dizem os mais jovens “na boa”.Nunca. Sempre há alguma ameaça, alguma imposição ou, simplesmente,alguma agressão. Veja quantas familias destruídas, quanta gente doente,quanta depressão, quanta insatisfação, quanta miséria e quantaescravidão ao pecado. Tudo isso é necessariamente coisa do diabo?Talvez não, mas todas são coisas indesejáveis e roubam alguma coisa.
 O segundo ponto é justamente este: nem sempre o que se roubaé algo material, como um bem físico. O inimigo rouba paz, sossego,saúde, auto-estima, relacionamentos – e tudo de forma imposta eviolenta.
 O que nos resta como alvo de seus ataques é saber que hávitória Naquele que veio trazer o contrário: abundância. Na minhaconcepção, e falo apenas por mim mesmo, a santidade é a cura para osataques do ladrão. Ter seu tempo a sós com Deus, manter suas orações,sua leitura e meditação na Bíblia, congregar com o povo de Deus, adorare louvar o Nome de Deus, fazer as obras que demonstram sua fé – sãoitens que vão compôr sua santidade. Evitar o mal, não participar dasrodas de escarnecedores, tem uma linguagem limpa e uma éticairrepreensível, tudo faz parte.
 O ladrão virá, pois o Senhor nunca prometeu que haveriavacina contra o ladrão. Mas podemos resistir a ele, e ele fugirá.Podemos não “deixar” as coisas para serem roubadas. Cuide de sua paz,de sua integridade, de sua santidade. Maior é o que está em nós e Elenos guarda do ladrão.
 “Pai, obrigado por me ensinar a andar Contigo e mepermitir andar Contigo. Ajuda-me a evitar as ações deste ladrão, meassemelhando em caráter com Teu filho Jesus Cristo cada dia mais”.

Mário Fernandez do site: http://www.ICHTUS.com.br

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Cura de Hérnia de Disco no Seminário Ministros Labaredas de Fogo!

 
        O ano foi 2009, no ano anterior, precisamente em julho começaram dores insuportaveis na região glutea irradiando para pantorrilha, chegando as vezes para os ligamentos dos dedos do pé. Não conseguia mais, me levantar de canto algum se não fosse apoiando em alguma coisa. Moro distante cerca de 20 km, do centro onde está a empresa que trabalho. Havia momentos no trajeto para o trabalho que dentro do coletivo tinha que me levantar para aliviar a pressão, mas daqui a pouco teria que sentar para tb aliviar a dor por causa de está em pé.
        Não tendo mais como aguentar as dores fui ao ortopedista, como trabalho nesta área médica, ficou fácil para mim o diagnóstico através da tomografia. Interessante que no corredor aguardando o resultado, uma voz de dentro falou a mim: "Hérnia de disco", e não foi surpressa a mim quando o médico deu o diagnóstico: Hérnia de disco.
        Já trabalhava meio período praticamente pois geralmente após o almoço não voltava, ficando em observação na enfermaria. Num dia os médicos utilizaram todos os medicamentos existente ali para aliviar as dores. Lembro das palavras do médico da Unidade de Graves dizendo: "Vamos te aplicar a medicação tal, dentro de alguns minutos tu vas sentir as piores coisas: nauseas, tonturas e etc... Mais vai passar a dor depois". Passado cerca de uma hora da medicação absolutamente nada havia sentido apenas as dores persistentes. Então o médico decidiu uma internação.
      Fiquei hospitalizado por 7 dias, entrando numa sexta-feira, mas só fui exercitar a fé no domingo a noite, após um experiência nada agradavél. Por incrível que pareça a dor aliviava eu deitado de bruços com a parte inferior do leito erguida. Ao me virar na posição normal, pois tinha que mudar constantemente, vi um ser, em pé a esquerda, justamente onde eram as dores, an perna esquerda. Este ser não tinha olhos apenas dois buracos, a carne escura de seu rosto já estava em putrefação, cabelos brancos ralos ainda em sua cabeça.
     A partir daquele dia comecei a orar e lê os Salmos as 12:00 e 18:00 hs. Numa determinada tarde após entoar canticos comecei a orar e de olhos fechados senti uma claridade no ambiente e uma sensação de paz e alegria de repente a porta do apartamento se abriu e tive a certeza da que pessoas estavam no ambiente. Como ali a cada momento entra pessoas como: limpeza, remédio, arrumadeira, médicos entre outros. Eu duvidei, no entanto, a Bíblia diz que é para fazer prova e no dia seguinte fechei bem a porta e comecei meu culto a Deus. E mais uma vez o fato se repetiu.
    A maior tensão foi quando o médico disse que dependendo da ressonância (resultado), haveria uma possibildiade de cirurgia e naquele momento eu temi, pois as histórias que fiquei sabendo era de pessoas sequeladas ou em cadeiras de rodas. Porém estava nas mãos de um dos melhores médicos de Belém e na mão do maior médico: JESUS!
    Amanhece e vão aparecendo uma série de profissionais que se identificam como cristãos, percebo que era o cuidado de Deus para comigo. O telefone toca e uma mensagem de uma irmã do outro lado:
Isaias 41:10 não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça. A igreja estava em oração, irmãos, meu Pastor ligavam, vizinhos e amigos visitavam e fui me fortalecendo até a resposta do médico em dizer que não era preciso a cirurgia. O que cortava o coração era não poder vê minha filha, conversavamos apenas por telefone (não era permitido sua entrada), o fato de saber que ela dormia todas as noites com a gravata do trabalho me dava a ideia do amor que tinha por mim, todas as noites minha esposa dormia mau arrumada numa sofá. Numa delas eu entrei em desespero, e chorando repetia a todo instante que queria ir para casa. Minha esposa acordou e teve que me controlar.
     Depois fortalecido pela Palavra de Deus, comecei evangelizar as técnicas de enfermagem, comecei a distribuir panfletos, passados alguns dias elas vinham a procura dos tais panfletos. Foram dias de aprendizado, do exercício da fé. 
    Fiquei afastado do meu trabalho por 6 meses, quando voltei a trabalhar ouvir falar deste seminário. Participei de todos os dias. Numa manhã, na ministração da Prª Ray Tavares do Evangelho Quadrangular. Ela disse para as pessoas colocarem as mãos sobre a enfermidade. Coloquei a mão esquerda na parte inferior da coluna, uma vez q a hérnia era lombar. Subitamente a dor apareceu, era como soubesse que aquilo iria mexer com ela. Senti um esquentamento naquela área, como uma massagem no sentindo norte/sul. De repente aquela voz de dentro disse: "Fica de joelhos!" Eu abri os olhos e ninguém absolutamente ninguém estava de joelhos. Fui obediente procurei um espaço, esqueci o mundo, esqueci as pessoas a minha volta e clamei a Deus e chorei na presença de Deus como uma criança sem vergonha chora na presença de seus pais. Clamei ao Senhor dizendo que já não suportava aquela situação, tantos médicos, remédios, pessoas duvidando da minha fé. E naquele momento aquela dor foi cessando.
    No domingo lavando alguns pratos após o almoço na minha casa, de repente a dor volta e volta num dos maiores níveis de dor. A primeira coisa que me veio a cabeça foi partir para o hospital pois conhecia o nível daquela dor e quem sabe apenas remédios poderosíssimos seriam capaz de cessar.
    Naquele mesmo instante tb veio a convicção da cura e repreendi aquela dor, dizendo: "Dor no nome de Jesus, tu vai embora agora!". Apenas uma única vez e a dor se foi e lá se vão 2 anos sem dores, sem crises. Os exames apontam ainda se não me falha memória 3 hérnias. Eu tenho para mim que Deus anestesiou aquela área para Honra e Glória de seu Nome.

domingo, 31 de julho de 2011

Este cérebro vive me tapeando

              Pasmem vcs eram 3:14 da manhã tava dormindo, aí de repente uma vontade incontrolável de orar. Rapaz orar, falar com quem?
              O cérebro responde p mim mesmo: "Kra tu precisa de serotonina, tu não sofre de depressão, ansiedade, obesidade?" Eu respondi: "sim!" e ele continuou na argumentação: "Então, vou liberar a sensação de bem-estar depois de tu orar quem sabe até durante, vai se sentir leve, feliz, tu vai vê vai ser melhor que chocolate, confia em mim!".Esses neurotransmissores mesmo, tudo bem topei a parada afinal já tava acordado.
             Ai eu perguntei: "de joelhos? " Ele disse: "Como se sentir melhor". Ai eu pensei: "vou orar de repente vou ficar falando palavras de animo, força para mim mesmo vai fazer bem!"
            Eu comecei agradecendo a Deus por minha vida, pela minha família e etc... Depois partir para dizer o quanto era grato pelas coisas que havia alcançado, a minha pessoa de antes e o de hj, claro tb pelos bens que venho adquirindo ao longo da vida. E comecei a dizer palavras como: Santo, Santo, Santo, Deus do impossível, Só tu és Deus, Criador do céu e da terra, Deus de amor, de misericórdia e aí eu parei e fiquei me perguntando: "Será q não to bajulando Deus, será q não quero algo em troca?"
          - Não, não tá não - Respondeu o cérebro.
          - Perai - respondi a ele. - To falando comigo mesmo, não te mete, opa mas tu sou eu. Não to entendendo mais nada!
         - Deixa te explicar.
         - Fala!
         - Quando tu estás adorando a Deus, tu estás reconhecendo tua pequenez diante Dele é o modo mesmo que limitado de dizer com o vocabulário vasto que tu achas q tem a Ele que Ele é Deus e ponto final. Muitos não gostam desse reconhecimento mais continua que tu ta indo pelo caminho certo daqui a pouquinho eu libero a química.
          Então continuei, depois desse período senti vontade de cantar, imagina 4 da matina cantando, ainda mais com a voz que tenho, bem... Se cantar, canto essas que estão na mídia que a gente aprende por osmose, mas meu cérebro me convenceu que o que vale é o coração sincero por mais q eu emita sons como de um gato dentro de um saco.
         Diz a Bíblia que Deus se inclina para nos ouvir, dessa vez Ele não precisou não!
         E por falar em Bíblia, o cérebro disse que o próximo passo era ler algum trecho da mesma. Eu retruquei dizendo que já passavam das 4. Mais uma vez ele me convenceu.
         Bem baixinho eu resmunguei: "imagina 4 da manhã eu lendo um livro q se diz santo, escrito por homens,pode". Abri onde dizia que todos os homens estão afastados de Deus. E fui passeando por aquele livro. E vi que o salário do pecado é a morte. Será que cometia pecado, pecado não é relativo?! E vi o quanto não era ético e faltava com a verdade diversas vezes e tinha coisas q era lógico ao homem não fazer, mais fazia! Mas como afastado? Eu era um homem justo, indaguei a mim mesmo, não era? Recebo aquilo que é meu, conforme o meu merecimento! Agora esse livro vem me falar de Jesus, é esse mesmo que tomou uma poção para diminuir os batimentos cardíaco e depois casou com a Madalena (Pensa que não assisti Código Da'Vinci). Aí vem dizendo que ele pagou o preço (salvação de graça). Meu senso de justiça tem dificuldades de aceitar esse presente.
       Ah, não dizer que o mundo inteiro jaz no maligno essa é de +, esse papo de Diabo é coisa da Igreja Católica do tempo da idade média que perdura até hoje. Tô fora! Espera e se realmente ele existe e fez eu acreditar a vida inteira na sua não existência?! Aqui diz q ele já foi julgado e condenado, mas ao homem ainda tem a oportunidade de se arrepender e ser salvo. Aqui diz q fui chamado para anunciar as grandezas e fui trazido para luz. Então é isto q alguns ficam enchendo o meu saco de paciência: "Olha Deus tem um plano maravilhoso pra você!"
          Bem... Já são 5:18 da manhã mesmo, o q tenho a perder.
          Deus, se realmente existe vai escutar o que vou dizer e se é tudo isso que este livro diz vai me perdoar, antes havia lido este livro para refutar suas idéias.
         Estou convencido que sou pecador e preciso de ti em minha vida, para isso reconheço que Jesus é teu filho e peço perdão pelos meus pecados. Estou convencido que o meu senso de justiça não é o teu senso de justiça, vejo que mereceria a morte, mas Jesus teu filho me deu a vida, a vida eterna. Reconheço q fui manobrado, manipulado por aquele q tantos anos fez eu não acreditar nele mesmo. E que um dia este mundo vai ser julgado conforme teu senso de justiça.
         Antes de prosseguir na oração, senti algo sendo descarregado dos meus ombros, senti leveza, alivio. Que paz é essa, que gozo. Deve ser psicossomático, ah já sei é a química liberada pelo meu cérebro. Eu choro, estou rindo, de olhos fechados mesmo sinto uma claridade, sinto como pessoas estivessem presentes. Não quero abrir os olhos e perder isto! E fico em silêncio por minutos.
        Deus o que sinto agora é algo natural ou sobrenatural? Deus uma coisa eu sei se o mundo está nas mãos do maligno. Salva minha família e amigos.
       Estou convencido do pecado, da justiça e do juízo. O q falta mais, já até pedi pelos meus familiares e amigos, um homem com ego que tenho isso já tá bom demais?! O que vai dizer agora cérebro que por hoje chega afinal liberou toda sensação de bem-estar?
       - Veja João 16:8
       - O trecho diz que quando ele (O Espírito Santo) vier convencerá o homem do pecado, da justiça e do juízo.
       - Em verdade te digo que eu já vim, estou aqui e falo contigo!
      Enquanto escrevia este texto senti a opressão do inimigo de nossas almas, senti um medo repentino, uma sensação ruim, algo perturbador, pedi ajuda ao auxiliador e tudo foi dissipado!

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Pedir Perdão, muito difícil, mais é preciso!

           Há um tempo quis resolver um problema com alguns irmãos, pelas minhas próprias forças! Guardado pelo rancor, mágoa e certeza de que estava certo!
           Tomado pelo orgulho, raiva e afim de machucar. Tomei medidas extremas, falei até certas verdades na minha visão e de outros. O problema foi a condução da conversa e na maior parte fiz mesmo para ferir, sentir prazer pq sabia o peso das palavras que estava utilizando. Naquele momento não que serve de desculpa estava na transição de voltar para os braços do Pai, mais antes como disse quis resolver o problema por conta própria.
            Interessante que depois q a gente vai perceber certas coisas. Pois mesmo depois de ter falado, aquilo remuia dentro de mim e vira e mexe tecia comentários, ou seja, não adiantou ter falado todas aquelas coisas, aquilo aliviou naquele momento, mas depois continuava dentro de mim.
           Passado um tempo, depois nos braços do Pai, é algo muito interessante o Pai te perdoa dos erros, entretanto, é preciso aparar as arestas. Muitas vezes em oração Deus dizia a mim vai falar com teu irmão. Depois olhando algumas fotos, veio lembranças e vi o quanto aquelas pessoas foram vitais, para a minha melhora. No outro dia na EBD (Escola Biblica Dominical), o tema era sobre perdão e o texto dizia "Que o mesmo caminho que te leva a Deus é o que de conduz ao teu irmão."
          A Palavra de Deus diz q se tem algum problema com teu irmão antes de entregar tua oferta, entra em acordo com ele. Deus me revelou algo q nunca soube ou havia esquecido. A oferta não é só dinheiro, mais é a tua vida. Então se estou envolvido com os projetos de Deus, devo me retratar dizia o Espírito de Deus. Caso contrário hipocrisia!
          Demorei um tempo, mas um sentimento me consumia. Hj tratei de ligar, com o coração saindo pela boca, pensei se fui capaz de dizer tantas coisas ruins, tenho condições de ouvir e pedi perdão. A outra pessoa atendeu, com uma saudação muito amistosa (eu pensei na possibilidade dela está magoada ou se achando certa e mandar cajadada em mim e eu teria q aceitar afinal estava disposto a paz). Com a saudação tudo foi mais fácil, tudo depois da conversa se tornou mais leve, minha consciência, meu espírito mais feliz, o Diabo derrotado (essa nova!) e plena certeza q posso desenvolver o trabalho do Senhor com mais tranquilidade e em paz.
       Louvado seja o teu nome Senhor, por trabalhar em nossos corações só tu faz essas maravilhas. Em o nome de Jesus. Amém!

terça-feira, 12 de julho de 2011

O Favor de Deus

O Favor de Deus

Eu acredito que Deus nos dá alguma coisa, conforme a sua vontade, sabendo o momento certo da Graça. Não acredito no termo "Ele dá conforme o nosso merecimento!". Pois não somos merecedores de nada, pelos conceitos bíblicos, temos uma natureza tendenciosamente para o mal. Muito menos acredito na frase "Temos que ser obedientes para receber sua Graça!".
A Graça como falei é algo imerecido, é algo dado por Deus por sua misericórdia e amor, e completo dizendo dada no momento oportuno.
Quando faço o bem há alguém, deve ser espontâneo, não imaginando que por ter feito uma ação boa (doação, cordialidade, delicado), mereço algo de Deus. Até por que imaginando isto estou premeditando tal ação, assim sendo malicioso ou astuto.
Quando somos obedientes aos seus padrões, também somos beneficiados pela ação que estamos realizando. Sabedor disto Ele nos empregou tais padrões. Por exemplo: Digamos que houve um catástrofe próximo de mim. Para ser preciso um incêndio, onde os moradores perderam tudo, suas casas, móveis e roupas, como em muitos casos ficaram com a roupa do corpo.
Verificando em seus pertences você avista uma pequena cama e seu colchão em perfeitas condições.
O primeiro beneficio que você alcança, mesmo inconscientemente é o desapego ao materialismo. Por que você sabe que aquilo custou caro e poderia ainda lucrar alguma coisa.
O segundo beneficio é: Se colocar no lugar do outro (quando assistimos reportagens contando a situação, muitas vezes choramos, naquele momento somos transportados para aquele local, imaginando, frio, a fome, as doenças proliferadas, a falta de vestimenta, a falta de intimidade, o aconchego, o abandono ou demora do poder público e para aqueles que tem filhos pequenos, ouvindo-os pedir sem poder lhe dar nada ou mesmo vendo-os numa situação que jamais queria passar com eles). Então damos valor nas mínimas coisas que temos, nosso banheiro, nosso teto, nossa segurança e nossos entes que estão vivos. Damos o valor com os devidos cuidados para não nos tornamos materialistas.
O terceiro beneficio é que quando doamos há alguém ou visualizamos pelos meios de comunicação, por exemplo, uma menina recebendo uma boneca (ficando apegada a ela), pais de família recebendo uma casa ou qualquer outro pertence, nos felicitamos com aquela imagem, mais por que tal reação?!
Mesmo o homem sendo tendencioso para o mal. Deus no início disse: "Façamos nossa imagem e semelhança". Ainda dentro do homem, sem eu poder dimensionar, talvez não sei, ainda exista uma fagulha destas palavras dentro de nós.
O importante que ainda nos importamos com o outro é o que a Bíblia diz: "Alegrem-se com os que se alegram e chorem com os que choram". Deixe a fagulha se espalhar por você!
Quando somos solidários, ficamos muito mais felizes do que somos.
A solidariedade é uma via de mão dupla, mas uma via de mão dupla só de bênçãos. Existe algo parecido com isto na Bíblia: "O que você planta você colhe. Francisco de Assis, foi feliz em sua oração e devo me atrever a dizer inspirado por Deus.
 Sermos merecedores ou não, obedientes ou não, não intervêm no meu ponto de vista sobre as bênçãos de Deus em nossas vidas. Afinal o que agrada DEUS é a fé!