quinta-feira, 28 de abril de 2011

Peçam e vocês receberão; procurem e vocês acharão; batam, e a porta será aberta para vocês

Mensagem extraída do Programa Bom Dia! de France Macedo, radialista da Rádio Boas Novas 91.9 FM das 05:00 as 07:00 hs.

9) Por isso eu digo: Peçam e vocês receberão; procurem e vocês acharão; batam, e a porta será aberta para vocês.
10) Porque todos aqueles que pedem recebem; aqueles que procuram acham; e a porta será aberta para quem bate.
11) Por acaso algum de vocês será capaz de dar uma cobra ao seu filho, quando ele pede um peixe?
12) Ou, se o filho pedir um ovo, vai lhe dar um escorpião?
13) Vocês, mesmo sendo maus, sabem dar coisas boas aos seus filhos. Quanto mais o Pai, que está no céu, dará o Espírito Santo aos que lhe pedirem! (Lucas 11:9-13 LH)

No caso esta mulher (carrefour) estava querendo algo material e pediu sabiamente e Deus atendeu o seu pedido para q seu nome fosse glorificado. O texto fala sobre o pedir em geral desde q seja c sabedoria e como todo mundo sabe p a Glória de Deus e sobre pedidos específicos como no caso do texto: alimento. Mas no final no último versículo ele fala de algo melhor "dará o Espírito Santo". Com a ajuda do E.S. vc saberá pedir, vc saberá aguardar, vc saberá perseverá, vc entenderá o propósito de Deus. Ele quem convence a pessoa: do pecado, da justiça e do juízo. Levando a salvação. Sem Ele estamos sem chão, pois Ele q nos consola e nos auxilia.
Alguns na net dão uma "arrumada" no texto, achei interessante:

Meu Pai não dá “pedra”, mas pão.
Meu Pai não dá “cobra”, mas peixe.
Meu Pai não dá “escorpião”, mas dá ovo.
Eu é que devo ter o cuidado de:
· Não chamar de “pedra” àquilo que Ele chama de pão
· Não chamar de “cobra” àquilo que Ele chama de peixe
· Não chamar de “escorpião” àquilo que Ele chama de ovo.

Doação de Sangue e Medula óssea

                                                            





Antes que comecem a me jogar pedras, corram atrás de mim  com tochas e me coloquem numa "Fogueira Santa" ou me deportem para o Líbano. É claro que apenas o Sangue de Jesus pode regenerar o homem e lavá-lo do pecado. Mas fica bem claro a mensagem da foto, apenas os ignorantes radicais entenderiam de outra forma.
             Muitas das vezes estamos sentados acomodados em nossos sofares assistindo a programa global, quando correm rapidamente aquelas mensagens: "Paciente precisando com urgência do sangue tipo... Doadores dirijam-se ao Hemocentro" e imaginamos q qualquer outra pessoa aparecerá por lá p ajudar, ledo engano. Devíamos parar e refletir q mais interessante q a novela das nove é a novela da vida. Imagine os familiares daquela pessoa em que aflição se encontram e se for uma criança a dor aumenta. Em segundos nasce muita gente e morre também. Pais e mães de família, crianças (alegria da casa), entes queridos, amigos, vizinhos e por aí vai. Mas vc se pergunta: "mas meu tipo de sangue não é o mesmo desta pessoa?" O hemocentro é um banco de sangue. Seu sangue não é utilizado para o paciente  "A" mas vai ser utilizado para o "B".
            Penso q pior q os poucos doadores de sangue, são os doadores de medula óssea. Quase ninguém conhece esse mal q aflige a população. Na leitura que encontra-se no site do Hemopa: www.hemopa.pa.gov.br. No Pará a lista de espera chega a 150, um número considerável uma vez q a fila é de 1200 aguardando um transplante. Pra vc q nem sabe como é feito e tem outras dúvidas, da uma olhada www.inca.gov.br/conteudo_view.asp?ID=125, (Instituto Nacional do Câncer). Alguém sabe o que é sofrer por antecipação (eu já sofri bastante com este mal é sei bem o que é). Essas pessoas sofrem com isto pois esperam até por anos por um doador compatível e ficam no seu imaginário como será o dia do amanhã, medo da morte chegar, medo de como deixarão seus filhos (para o mundo, para vida), para alguns cada dia a esperança se renova para outros deixaram de sonhar (depressão), to sendo mesmo apelativo, tem que ser. Chato né?! Mais é a pura e dolorida verdade!
            Sem mas delongas, sejamos doadores. Exerçamos nossa cidadania, exercitemos uma das mais puras diferenciações de outros seres vivos a humanidade. Esse papo de que o sangue engrossa ou afina é pura balela, não dói absolutamente nada, "ah mais tenho medo de agulha" então não olha oras! Tenho certeza q se for um parente seu o medo iria embora. Não tem q estar em jejum ao contrário tem q esta alimentado e nem pode ter ingerido bebida alcoólica.
             Vamos pontuar os benefícios se souber outros ajudem:
               1º Vc se sentirá bem consigo mesmo.
              2º Ajudará ao próximo (quer algo melhor do q vê a felicidade estampada no rosto do seu semelhante).
              3º Com a retirada de seu sangue, farão uma série de exames e atestará se vc tem alguma doença (ficará logo sabendo se está apto ou não).
              4º Saberá sua tipagem sanguínea.
              5º Vai saborear um gostoso lanche reforçado.
              6º Seu nome ficará inscritos no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Rdome), indo para fora do seu Estado. Na vez q fui me inscrever falaram que tb fica inscrito num registro internacional. Já pensou vou conhecer a França (rsrsrsrsrsrs)
              7º Vc terá um dia de folga do seu trabalho (lembre-se vc homem poderá doar novamente após 2 meses e vc mulher a cada 3 meses, só uma nota para os espertinhos).
              8º Vc receberá um cartão onde estará constando sua tipagem sanguínea, amanhã poderá ser vc!
              9º Sendo um doador fiel, vc criará responsabilidades com quem e como se relacionará, não estou incentivando a "pluralidade" de parceiros, apenas sendo realista, claro o ideal seria apenas sua esposa como manda a Bíblia.
             10º Deus lhe recompensará! (Tá parecendo aquelas correntes da internet, mais se quiser repassar, repassem este texto).
             Por tanto, reúna os amigos, seu grupo de jovens, senhores, senhoras, sua associação, fale com diretor de sua empresa, independente de religião ou religiosidade. Doe durante a semana, no sábado, quando puder, importante é q doe e se inscreva. Deixe Deus falar ao seu coração o q deve fazer e não em homens q um dia dizem (interpretam) uma coisa e no outro mudam.
            Aos q querem se inscrever como doadores de medula óssea ou doar sangue: Fundação Hemopa, de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30, na Travessa Pe.Eutíquio, 2109.Mais informações: 08002808118/32429100-R- 325/205.
Mais informações:
www.hemopa.pa.gov.br/
www.fundacaohemopa.blogspot.com
www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/inca/portal/home
             Procure o hemocentro de sua cidade.
             Pela Misericórdia e Poder de Deus salve vidas.

domingo, 24 de abril de 2011

Adultério


Texto extraído do site: www.webservos.com.br, site este muito bom, lá vc encontra pedidos de oração (onde vc pode orar por muitos), testemunhos, reflexões, estudos biblicos, Bíblia Online, cartões postais e muitos mais. O texto é um pouco longo mais vale a pena, tanto para homens quando para mulheres.
Publicado em 2007 Por: Fernando César - Brasília/DF.

"Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão". (1 Coríntios 15:58) Como homem, marido, Ministro de Família e, principalmente, filho de DEUS tenho andado muito preocupado com a quantidade de e-mails que recebo em meu site de esposas cristãs vítimas de infidelidade conjugal, as quais relatam suas tristes histórias, seus traumas, suas frustrações e suas marcas de dor. A maior de todas, sem dúvida, refere-se ao fato de terem sonhado que um casamento com um homem de Deus trouxesse às suas vidas ao menos um pouco de paz de espírito. De Norte a Sul, de uma extremidade a outra do Brasil, os adultérios têm contaminado os matrimônios e criado o desejo nas esposas de separação e divórcio. Lamentavelmente, a instituição mais antiga, criada por DEUS, a família, está abalada e ameaçada de extinção. Como cristão não podemos nos esquivar dessa realidade, comprovada dia-a-dia nos crescentes números de divórcios. Será que nós, colunas de DEUS, erguidas para cuidar das famílias, temos orado pouco? Será que as igrejas não têm privilegiado no rol de suas prioridades esse tema tão delicado? O que temos feito para provocar uma transformação no mundo espiritual em prol das causas familiares? Por essa razão, abri mão de escrever sobre um outro assunto essa semana para voltar-me, mais uma vez, a esse tema tão delicado, numa tentativa de mostrar que essa não é apenas uma responsabilidade dos ministérios de família das igrejas, mas de todo o povo de DEUS. Quem não guerreia, em oração e jejum, pelas famílias no mundo, contribui mais e mais para a destruição dos lares pelo diabo. Eu, por exemplo, preciso e vou orar mais. O instinto sexual, carnal, fora do casamento é o maior de todos os motivos para o desajuste familiar. Ele tem sido propagado deliberadamente na mídia e no liberalismo social. As novelas, as músicas, a permissividade descontrolada corromperam o mais profundo do valor humano: o caráter. Maridos, de repente, sem razão alguma, deixam-se seduzir pelo pecado da infidelidade, como vêem com freqüência na TV, e deixam brotar o primeiro desejo carnal por uma mulher que não nasceu para ele. O que primeiro precisa ser compreendido é que a desobediência pela infidelidade conjugal constitui a quebra da Aliança que CRISTO fez com o homem na cruz do calvário. Isto está bem claro em Efésios 5:25 quando o autor associa o amor de um marido à sua esposa com o Amor de CRISTO com a sua igreja: "Vós, maridos, amai as vossas mulheres, como também Cristo amou a Igreja, e a si mesmo se entregou por ela". Portanto, a promessa de amar a esposa feita no casamento é a Aliança instituída por DEUS, quando ELE entregou o Seu único Filho para morrer numa cruz pela salvação dos que crêem. A quebra do amor entre marido e esposa significa uma ruptura à promessa de vida eterna. Quem trai a sua companheira está afirmando para CRISTO, mesmo que inconscientemente, que não mais anseia pela Aliança, que rejeita o sêlo da salvação eterno; enfim, que ele (o marido infiel) não aceita mais fazer parte do corpo de CRISTO aqui na terra. Trair a esposa significa, então, deixar para trás a promessa de CRISTO e separar-se da unidade do corpo santo. O homem aqui sai da condição de amigo para a de adversário de CRISTO. O segundo ponto a ser observado é que o adultério é a única condição, segundo a Bíblia, em que a esposa traída pode solicitar o divórcio, e conseqüentemente, a destruição formal daquilo que DEUS criou. Embora o divórcio esteja na Bíblia como saída natural ao problema da infidelidade, ele não é autorizado segundo a vontade do coração de DEUS. Quando muitos fariseus foram até JESUS para testá-LO, perguntaram-lhe: "É lícito ao homem repudiar sua mulher por qualquer motivo? Respondeu-lhes Ele: não lêste que no princípio o Criador os fez macho e fêmea, e disse "portanto deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, serão os dois uma só carne?" Assim já não são mais dois, mas uma só carne (essa expressão "uma só carne" representa também a presença do homem integrado ao corpo espiritual de Cristo). Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem. Perguntaram-lhe: então por que mandou Moisés (e não Deus) dar-lhe carta de divórcio e repudiá-la? Respondeu-lhes ele: Moisés, por causa da dureza dos vossos corações, vos permitiu repudiar vossas mulheres. Mas no princípio não foi assim." (Mateus 19:3-8) (grifo nosso). Ou seja, a decisão de divorciar-se é de inteira responsabilidade do ser humano, sendo uma permissão puramente humana, que não passou e nem passa pelo desejo do coração de DEUS. Em casos mais extremos, onde a incapacidade de perdoar e de recomeçar uma nova história com a mesma pessoa são obstáculos relevantes, a opção pelo divórcio pode ser até compreendida. As ordenanças da lei dirigidas ao caráter do homem (Êxodo 20:14; Deuteronômio 20:14) na época da Antiga Aliança continuaram a ter o seu valor nos tempos da Graça como vemos em Mateus 5:27; Mateus 19:18; Marcos 10:19; Lucas 18:20; Romanos 13:9 e outras passagens. A diferença está centrada na imagem gloriosa de JESUS. Na época da Lei quem adulterasse recebia sentença de morte. Em CRISTO, as misericórdias, o poder de resistência se renovam a cada manhã: "Todavia, aos casados, mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido. Se porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido. E que o marido não deixe a mulher" (1 Coríntios 7:10-11)(grifo nosso). O conselho de DEUS para as esposas é bem claro: "não se apartem dos seus maridos!", ainda que tenham sofrido por causa do adultério. Porém se decidirem se apartar que esforcem-se para promover a reconciliação. O Todo-Poderoso está dizendo para as esposas traídas que sejam como mulheres guerreiras e não desistam da fé restauradora nem entreguem a promessa de Deus ao diabo. O terceiro e o último ponto é quase uma extensão do anterior. Quando a fé é abalada por um gesto de traição de quem amamos, o coração tende a se encher de mágoas, ressentimentos e desesperança. É aqui que mora outro perigo: um coração amargurado, impiedoso, endurecido não pode receber a operação do Espírito de DEUS. Embora saibamos que a traição conjugal abate primeiramente o campo mais sensível do ser humano (a fé), causando desânimo e enfraquecimento espiritual, estendendo-se a outros universos como afetividade, filhos, trabalho, a realidade é que as esposas cristãs devem estar sempre prontas para perdoar. A ausência do perdão é uma vitória de satanás num mundo espiritual. O diabo quer exatamente isso: que cultivemos ódio e rancor pelo próximo e que nunca encontremos espaço para o perdão. Perdoar é devolver o mesmo lugar que a pessoa ocupava antes. Aprenda a ser vitoriosa de mãos dadas com o seu marido; e não erguendo o troféu da solidão. Mas para isso, é preciso viver uma vida dedicada de oração, sem se preocupar com o tempo das respostas. Dessa forma, peço a todas as minhas irmãs em Cristo que não guardem mágoas, ressentimentos e não desistam da guerra. Quem dá conselhos contrários a estes nunca presenciou a gloriosa experiência de DEUS na vida de suas intercessoras fiéis. Não é mesmo, Sandra? Sejam valentes, persistentes em oração, declarando que satanás é derrotado em suas vidas (pois a sentença dele já foi publicada por CRISTO). Porque de cá, no mais profundo do meu ser, continuarei de muito boa vontade a me gastar pelas suas vidas, crendo que, um dia, todos nós, enquanto famílias de CRISTO que perseveraram em oração, nos encontraremos vitoriosos no Reino dos céus. Que Deus as abençoe!
Nota minha: Quando se tornar público, o problema cresce, para isso deve-se tomar cuidado para quem vc vai abrir o coração, procure aquela pessoa q sempre foi discreta, q vc percebe q ele esta preocupado com a situação dos irmãos, não por curiosidade, muitos querem fofocar mesmo (não sejamos hipocritas em não dizer q não existe dentro das igrejas estes, por que existe). Afinal como já ouvir: "A igreja é um grande hospital, onde as pessoas estão em recuperação (santificação)" e para muitos largarem alguns vícios é tão díficil quanto qualquer outro problema. Já dizia um irmão-amigo meu: "Díficil não é sugerir coisas novas a aprender, mas sim largar velhos vícios!".
Uma vez já vindo o perdão de Deus o mais precioso e de seu cônjuge. Sinceramente o demais pouco importa, por que é dificílimo encontrar maturidade no meio, a grande maioria sempre olha com reprovação até parece q não tem pecados, e estes são tão iguais quanto o do adultério.
Guardar mágoa, rancor e outros sentimentos negativos, somos os unicos prejudicados. Exercite o perdão (não é fácil, mas tb não é impossível). Pense na família, nos filhos, no amor q ainda tem, reflita o q deixou de fazer ou o q acabou fazendo para tal desfecho. Não escute vozes de outrem (principalmete daqueles da Lei de Talião), escute a voz de Deus. E terás um testemunho maravilhoso!

sábado, 23 de abril de 2011

Por que andar a segunda milha!

“Se alguém, das tropas estrangeiras de ocupação, obrigar você a levar uma carga um quilômetro (milha), leve dois quilômetros (milhas).” Mt 5.41. (BLH)

             Esta é uma das grandes exortações do Senhor. Jesus se refere a um costume romano. Muitos cidadãos dos países dominados por Roma, eram obrigados a servir até em trabalhos forçados. Além de serem recrutados de guias indo a terras desconhecidas, ainda eram obrigados a levar grandes cargas por longas jornadas. E isto cabia também ao judeu mesmo que estivesse cuidando de suas obrigações e deveres pessoais, se um romano o encontrasse podia exigir dele: “leve essa carga pra mim!” e o judeu tinha que obedecer-lhe.
              Não pare na primeira milha! Ande a segunda também, vá além do comum.
O cristão não deve ficar controlando o relógio, com medo de trabalhar minutos a mais. Não deve registrar tudo o que faz pelos outros, com medo de fazer mais do que tem recebido. Deve ir além, andar a segunda milha.
             Portanto vamos avaliar como podemos andar a segunda milha, ir além do esperado, primeiro no nosso relacionamento com Deus.
            Temos algumas atividades comuns que desempenhamos em nosso relacionamento com Deus: como estudar a Bíblia e a lição, ir a igreja e participar de suas atividades, fazer o trabalho missionário de vez em quando, entre outras.
           Muitas vezes nossa religião se resume em cumprir essas “obrigações” comuns. E Até avaliamos a espiritualidade dos outros com base nessas atividades (grande perigo).
É aqui que queremos aplicar o princípio da segunda milha, que não é uma opção, mas uma ordem de Cristo a seus discípulos. Quase sempre queremos andar só a primeira milha, no sentido de consagração, oração, amor aos outros e até na obediência à vontade de Deus. Achamos que cumprimos nosso dever quando damos alguma oferta ou esmola, ou nos ajoelhamos pela manhã e à noite e repetimos uma rápida oração, ou lemos apressadamente algum texto da Bíblia. Essas são no máximo caminhadas da primeira milha.
          Precisamos sair do aspecto formal de nosso relacionamento com Deus e entrar na segunda milha que é desenvolver uma intimidade pessoal com Ele. Não estudaremos sua Palavra pra cumprir um requisito, nem iremos a igreja por obrigação. Na segunda milha não estaremos preocupados em fazer o básico de um cristão, nossa preocupação será usar todos os meios possíveis para fortalecer nossa relação com Deus e evitar tudo que nos separa dEle.
          Quando andamos a segunda milha no nosso relacionamento com Deus, isso afeta a maneira como nos relacionamos com nosso semelhante, indo além da lei causa-e-efeito. O contexto da passagem nos mostra isso. O alvo de uma pessoa comum e retribuir o que recebeu, na mesma medida (olho por olho, dente por dente). Os filhos do reino vão além, estão prontos a deixar a túnica e a capa, também. No convívio com nossos semelhantes, seja na família, no trabalho, na igreja, enfrentamos situações que podem gerar ressentimentos, magoas. Cristo espera que nossa reação a essas situações vá alem do esperado, simplesmente perdoar e evitar o contato. Ele quer que manifestemos amor prático pela pessoas de quem nos ressentimos, isso causará surpresa e mudará o curso das coisas. A segunda milha nos afastará das criticas ferinas, das reclamações sem sentido e nos levará a agir de maneira proativa em favor do nosso semelhante.
          A atitude de um verdadeiro cristão, porém, é ir além. Você, na vida social, familiar, espiritual, tem sido um cristão da primeira ou da segunda milha? Peça a Jesus que lhe faça ser cristão da segunda milha!

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Criança ora para os pais se reconciliarem

Mensagem extraída do Programa Bom Dia! de France Macedo, radialista da Rádio Boas Novas 91.9 FM das 05:00 as 07:00 hs.


                                  

quinta-feira, 21 de abril de 2011

A humanidade ainda tem solução: Jesus!

Cerca de 30 pessoas entre criança, jovens e adultos sentaram-se ao ar livre ontem a noite p assistirem o filme Jesus (filme evangelístico). A chuva deu uma trégua depois de chover pela tarde ainda ameaçava cair, um irmão orou para q a mesma não estragasse o evento. É tão bom q eventos como este ainda ocorram, eventos como este remontam as décadas de 80 e 90. As pessoas ainda tem sede da Palavra de Deus, prova disto foi uma senhora com seus cabelos brancos e a passos curto arrastando seu andador, não se conteve em ficar apenas ouvindo foi p o pátio de sua casa e sentou de frente p o projetor de imagens. Assim como ela muitos poderiam está assistindo sua programação global (novela) ou a tv do "Bispo" q esta em ascensão. No entanto, foram conhecer um pouco mais da história de Jesus (Filme baseado no evangelho de Lucas), tb é compreensivo hoje com o surgimento de inúmeras igrejas, denominações, teologias e religiões o povo esta confuso e desanimado, além das más noticias do mundo (violência) e escândalos. Parece um paradoxo, pois mesmo com tudo isso, cresce uma vontade ainda maior de se apegar a Deus.
Com 2 horas de duração ao final da exibição poucos tinham arredado o pé dali, não é de se espantar q é um belo filme afinal mais de 3 bilhões de pessoas já assistiram no mundo todo. No final o Pr. presente agradeceu a presença de todos e convidou-os a uma vez por semana a participarem de um encontro em sua casa, p conversarem, orarem, expor suas dúvidas, alegrias, cantarem, por fim estarem em comunhão. Não sei se isto é a globalização (a igreja ir as pessoas de forma não virtual) ou um resgate da igreja primitiva. Estão de parabéns estas pessoas. Parabéns tb estão aqueles q ouviram e obedeceram o chamado de Deus p tal evento.
Para aqueles q criticam esse tipo de iniciativa vamos pontuar algumas coisas: 1º. A Bíblia diz q todos estão destituídos (separados) da Glória (presença) de Deus. Uma vez q estes foram resgatados eles tb querem q seus amigos, vizinhos e parentes tb desfrutem desta Graça. 2ª Essas pessoas disponibilizam de recursos próprios (compra ou empréstimos de um Data Show, uma caixa amplificada, uma lona p projeção, um filme, confecções de convites e materiais evangelísticos) além de se ausentarem de seus serviços (os autônomos) e os outros q emendam da empresa p o evento. Tudo isso p o engrandecimento do Reino. 3ª Não é fácil pegar "fechamento" de porta e "fechamento" de caras ao sair p distribuir convites pela vizinhança. E p não se estender, ainda alguns sofrem c/ a não aprovação de suas lideranças hj alguns lideres tem medo (não sei se é realmente isto ou outra coisa), pois no meio disto muitos preferem freqüentar (células, núcleos, pólos como queiram chamar) e não irem a igreja física, acabando por ali mesmo dando seus dízimos e ofertas e muitas das vezes sem uma orientação maior saindo algumas "pérolas" heresias bíblicas, quando não acabam por se separar e abre mais uma das igrejas "fundo de quintal" q temos hj por ai. Na verdade é mais um zelo com a obra de Deus, queiramos acreditar nisto.
Feliz é aquele Pastor q não tem receio, é seguro, pois confia em suas ovelhas e no q ensinou a elas: sola escripturas (somente as escrituras) apoiando assim trabalhos como este. E suas ovelhas ouvem a reconhecem a voz de seu Pastor!

Ande a Segunda Milha!

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Início das Atividades

Que as bênçãos do Senhor estejam sempre ao teu alcance. Aqui no ASM, será mostrado a vida de um cristão ou/e cristãos, com suas alegrias, suas dúvidas, suas dores, curiosidades e tantos outros sentimentos q hj não é permitido um cristão mostrar dentro e fora da igreja. O marketing hj mostrado é a imagem do Clark Crent, ou seja, o Super-Homem ou Super Crente, não pode mostrar fraqueza, pois as igrejas hj mostram só pessoas vitoriosas. Igreja q tem membros c/ problemasq perduram tempos, décadas ou são problemas é igreja sem "poder". O Espírito Santo não age ou não deixam o mesmo agir. Cristão c/ problemas é cristão em pecado ou algo está errado na vida dele. Essas e outras filosofias criadas ao longo de séculos na mente da membresia da igreja.

Aqui não tem um melhor q o outro, aqui nós nos ajudaremos, nos fortaleceremos, tentaremos chegar num consenso.

Ande a segunda milha!