terça-feira, 28 de junho de 2011

O Medo e suas assombrações

O MEDO

      Após um período em que tinha me deixado em paz, o velho medo me assombra, medo do que? Isso é o mais perturbador. O medo do nada, o medo de coisa alguma, simplesmente medo.

O Medo
      Na verdade, tem uma explicação quando passo por circunstâncias stressantes, decisões, confusões, dilemas, irritações. O cérebro faz uma escolha ou o centro do meu cérebro fica dormente assim como a nuca e atras dos olhos pesados. Com incessante vontade de deitar ou o medo vem!
     E tem sido atribulado as ultimas duas semanas. Ainda bem q não veio acompanhado de ansia de vômito!
    São duas da manhã. De todo mal desta vez está pequeno nada de ficar imaginando coisas q fogem até mesmo do ridículo como: Imaginar q um avião irá cair na rua de tras, escorrendo o querozene adentrando minha casa e carbonizando todos ou então uma quadrilha entrará em casa chacinando a todos. Eu sei, eu sei é ridículo se está for a maior definição p tal fato. No entanto, isso me consumia até as quatro da madrugada antigamente. Apenas uma imagem define isso tudo.

    Hoje graças a Deus estou livre dos remédios para dormir. Lembro-me da primeira vez que tomei o bendito remédio, apenas uma capsula foi suficiente para dormir por dois dias seguidos. Nas outras vezes passava o tempo todo "grog". Não quero mais isso!
   Não quero passar mais pelo ridículo.
   Para isso me revisto destas palavras:
  
   Lembre da minha ordem: "Seja forte e corajoso! Não fique desanimado, nem tenha medo, porque eu, o Eterno, o seu Deus, estarei com você em qualquer lugar para onde você for!"
Josué 1:9
   Isso é tomar posse, fé é crer no invisivel e ter certeza nas coisas que ainda irão acontecer, por tanto, o q irá acontecer é uma noite tranquila, pois é Deus q me guarda. Colocando seus anjos em volta da minha casa.
  A Palavra é algo tremendo você a lê e de repente se encoraja e toma a decisão. São três da manhã to indo dormir.