Minha História dos 11 aos 20 anos

Com 11 anos eu sai da casca, fui estudar num colégio particular dirigidos por freiras um pouco longe de casa, longe o suficiente para da medo, ter que pegar ônibus e não ter minha mãe por perto. Sempre fui irrequieto, dando trabalho e não foi diferente neste lugar. A verdade é que minha mãe me trocou de escola porque aonde eu estudava era o mesmo lugar que ela trabalhava (professora), então a equipe docente dizia que eu me prevalecia disto para aprontar.

Aos 12 anos comecei a comer descontroladamente para se ter uma ideia eram em média 8 ovos fritos, 30 bolachas creme cracker no total de 60 com margarina, uma jarra de suco e 5 salsichas, claro que não tudo de uma vez. Variava esse cardápio. Também aos 12 começaram umas dores como se fosse agulhadas pelo corpo, em toda parte e as vezes em varias partes ao mesmo tempo. Dei entrada no hospital e fiquei internado uma semana e os médicos não conseguiram saber o que era. Então minha mãe me levou há um pai de santo. Lá ele disse o que era... Disse que havia algo que pertencia ao "Jaleco Branco" e a outra coisa haviam feito para minha mãe, porém eu pisei e acabei sendo a vitima. Deu uma "receita", durante tres dias deveria tomar um copo de leite com sal pela manhã. E foi feito.

Nesse mesmo periodo acredito que tive minha primeira depressão ou algo assim, porque certa vez disse a minha mãe que iria me matar, peguei uma bicicleta e sai, fui a casa de um amigo perguntar o que ele achava (acredito hoje que não era de fato o que queria, mais chamar a atenção dela). Quando cheguei em casa foi usada a melhor psicologia que uma educadora poderia fazer, me encurralou no banheiro e me surrou (ela mesma assume q foi das poucas vezes que ficou com medo pois apanhei até ficar de beiço roxo). Geralmente apanhava de galho de goiabeira. Nem sei se falo das minhas surras senão seria uma outra aba a parte apenas, para tocar nesses assuntos.

Gente se tem alguém que está lendo e querendo saber o restante da história pode mandar mensagem.